Domingo, 20 de Setembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Tempo curto para as eleições

Publicada em 15/09/2020 às 21:21
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Daqui para frente, com o prazo final determinado pela Justiça Eleitoral para que os partidos políticos possam escolher seus candidatos à Prefeitura e à Câmara nas eleições do dia 15 de novembro, a movimentação política passará a ser bem maior em Sorocaba. Com o adiamento do pleito neste ano, em razão de todo o alvoroço causado pela pandemia do novo Coronavírus, o tempo para a campanha eleitoral neste ano tornou-se curto, daí o fato de os candidatos e seus partidos serem obrigados a correr muito mais para manter contato com os eleitores. E essa não será uma tarefa fácil de ser cumprida, principalmente levando-se em conta o distanciamento da população com a classe política. Não foram poucos, por exemplo, em todo o Brasil, os filiados que, por esta ou aquela razão, decidiram abandonar seus partidos nos últimos anos. Em maio de 2018 existiam quase 17 milhões de filiados em todos os partidos existentes no País, mas agora eles estão reduzidos a cerca 14,5 milhões. Está cada vez mais difícil atrair eleitores para as siglas partidárias. 

Neste momento em que o processo político deve começar a deslanchar na cidade, pode-se dizer que a novidade na campanha eleitoral deste ano em Sorocaba é 
"Tendo em vista o tempo curto para as eleições, o importante é que todos os sorocabanos possam acompanhar mais de perto a movimentação dos candidatos, procurando saber, tanto quanto possível, o que eles pretendem fazer de melhor para o desenvolvimento de Sorocaba e de sua gente"

a candidatura a vereador do ex-prefeito José Antônio Caldini Crespo, que por duas vezes foi cassado pela Câmara na atual legislatura e perdeu o mandato de maneira definitiva em agosto de 2019. Como se recorda, isso ocorreu nos dois casos justamente em razão de ter procurado manter na Prefeitura uma funcionária de sua confiança que não tinha as exigências legais necessárias para exercer o cargo. Por isso, acabou dando-se mal, perdendo o mandato pelo qual tanto havia lutado durante toda a sua carreira política. Agora, ele tentará recomeçar em busca de uma nova vaga na Câmara, onde já esteve por vários anos, além de ter passado pela Assembleia Legislativa em duas oportunidades. Naturalmente, depois de tantos anos na política, ele certamente ainda deve contar com o apoio de muita gente, fato que poderá garantir a sua volta ao Legislativo sorocabano. O importante, desde já, tendo em vista o tempo curto para as eleições, é que todos os sorocabanos possam acompanhar mais de perto a movimentação dos candidatos, procurando saber, tanto quanto possível, o que eles pretendem fazer de melhor para o desenvolvimento de Sorocaba e de sua gente. Isso é o que realmente importa para a cidade.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar