Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< POLÍTICA Bolsonaro reúne-se com médicos que apoiam Cloroquina

Publicada em 08/09/2020 às 20:37
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
O presidente Jair Bolsonaro reuniu-se na tarde desta terça-feira (8), no Palácio do Planalto, com médicos que apoiam o uso da Cloroquina e da Hidroxicloroquina no tratamento da Covid-19. O medicamento, que não tem eficácia científica comprovada, pode ser prescrito por médicos com a concordância do paciente. O ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello, não participou do encontro, que foi transmitido ao vivo por uma rede social do presidente. "Hoje, muitos estudos mostram que a Cloroquina pode evitar que pessoas sejam levadas à UTI ou até mesmo entubadas”, disse Bolsonaro.

Ele ressaltou, ainda, que, conforme alguns estudos chegaram ao seu conhecimento, o número de óbitos que poderia ser evitado era de até 30%. “Lógico que os estudos não estão consolidados, isso demonstra, se for verdade, parece que sim, 30% de poucos mais de 120 mil, daria quase 40 mil pessoas que poderiam ter suas vidas preservadas", disse o presidente diante do grupo de médicos. Ele não detalhou as pesquisas às quais estava se referindo. "É um medicamento sendo testado, por que não usar? Não dá tempo de fazer uma pesquisa longa. Mas a avaliação do médico de que pode fazer efeito é legítima.”
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar