Terça-Feira, 22 de Setembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< REGIÃO Tapiraí tem dia histórico com visita de Bolsonaro Presidente esteve na cidade para cumprimentar PM

Publicada em 03/09/2020 às 20:11
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: divulgação)
A cidade de Tapiraí, que compõe a Região Metropolitana de Sorocaba, viveu um dia histórico nesta quinta-feira (3), com a visita da comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro. Ele desceu de helicóptero no Estádio Municipal e foram recepcionados pelas autoridades locais e apoiadores. A visita deu-se para cumprimentar um policial militar.

Faziam parte da comitiva o filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, os ministros Ricardo Salles, de Meio Ambiente, e André Mendonça, da Justiça e Segurança Pública. As autoridades andaram pela Rua Alberto Irineu Pilan cumprimentando a população e apoiadores que aguardavam a chegada de todos. 
Com pouco mais de 7 mil habitantes, Tapiraí é uma das cidades com maior potencial para turismo ecológico do Estado de São Paulo e uma das maiores reservas de Mata Atlântica do País. Bolsonaro sobrevoou a cidade e pôde ver de perto a preservação ambiental local. 

CUMPRIMENTOS – Por volta das 9 horas, moradores e apoiadores do presidente já aguardavam na rua, ao lado do estádio municipal, a chegada da comitiva. Assim que Bolsonaro chegou ao estádio, as autoridades presentes foram cumprimentadas. A imprensa não foi autorizada a entrar no local.
A passagem por Tapiraí durou certa de meia hora, já que ele seguiria para Pariquera-Açu e Eldorado, onde cumpriu agenda oficial. Bolsonaro estava sem máscara, inclusive no momento em que saiu para cumprimentar o público. Ele caminhou próximo de um gradil, que o separava das pessoas, e não falou com a imprensa. 

ENCONTRO – No dia 21 de maio, em uma live, Bolsonaro comentou a forma como conheceu o PM de Tapiraí, o sargento José Aparecido Vieira, que desligou uma ligação dele por acreditar ser um trote. “Eu liguei para a Polícia Militar, atendeu um sargento. Eu falei: ‘Oi, sargento, tudo bem?’ Eu queria conversar um pouco contigo. Sou presidente Bolsonaro.”
O presidente relatou que o sargento acabou batendo o telefone. “Liguei de novo e disse: ‘Por favor, você tem um número aí que possa dar para mim? Eu ligo com imagem para falar contigo. Eu devo passar no fim do mês aí, em Tapiraí. O sargento bateu o telefone de novo”, comentou.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar