Sexta-Feira, 18 de Setembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< POLÍCIA Sorocaba passa a contar com unidade da Deic Divisão Especializada de Investigações Criminais atuará no combate aos crimes de corrupção, crime organizado e lavagem de dinheiro, além de abarcar áreas da Delegacia de Investigações G

Publicada em 25/08/2020 às 20:35
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Germano Schonfelder)

Sorocaba foi contemplada na tarde desta terça-feira (25) com uma unidade da Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais), representando importante avanço na área de combate ao crime organizado no âmbito de polícia judiciária no Município e cidades da região. Instalada no modernizado prédio da Delegacia Seccional de Polícia Civil, à avenida General Carneiro, 1.032, no bairro do Cerrado, a cerimônia de inauguração da nova unidade ocorreu às 15 horas, com a presença do secretário de Estado da Segurança Pública, João Camilo Pires de Campos, e do diretor do Deinter 7 (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo/Interior 7), com sede em Sorocaba, o delegado de Polícia Osmar Guimarães Júnior, Diretor do Deinter 7 (Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo/Interior 7). Inclusive o governador do Estado, João Doria, fez questão de participar da solenidade de instalação da Deic Sorocaba, acompanhando-a virtualmente de seu gabinete no Palácio dos Bandeirantes, na Capital.

A Deic Sorocaba, que incorporou a sua estrutura a antiga DIG (Delegacia de Investigações Gerais) e Dise (Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes), além do Setor Especializado de Combate aos Crimes de Corrupção, Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (Seccold), Delegacia de Homicídios e Grupo de Operações Especiais (GOE), tem por objeto-fim o exercício das atividades de polícia judiciária na apuração dos mais diversos delitos, bem como planejar e executar ações estratégicas de repressão ao crime organizado na área de abrangência do Deinter 7.

Foi decreto de 21 de fevereiro assinado pelo governador João Doria que criou a Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) em cada um dos Departamentos de Polícia Judiciária de São Paulo/Interior (Deinter de 1 a 10), incluindo o 7/Sorocaba. A participação virtual do governador marcou ainda o descerramento de placas da Delegacia Seccional de Sorocaba e das delegacias de Polícia de Araçoiaba da Serra e Votorantim, reformadas mediante investimento de mais de R$ 8,4 milhões. "Estamos fazendo a entrega das delegacias de forma virtual dadas as circunstâncias da pandemia. Mas sem parar, sem inibir ou mudar o ritmo de obras e serviços do Governo do Estado. Isso vale tanto para a Segurança Pública, como aos demais setores. Temos inaugurado pontes, estradas, centros de assistência social e outras obras de forma virtual também", declarou Doria.

A Deic Sorocaba contará, inicialmente, com o concurso de 50 agentes policiais e 12 viaturas.

SECCIONAL PROMOVIDO A TITULAR DA DEIC – Também ontem tomou posse como primeiro titular da Deic local o delegado Wilson Negrão, até então titular da Delegacia Seccional de Polícia Civil de Sorocaba. Com 52 anos de idade, ele é natural de Sorocaba mesmo e delegado de Polícia desde 1992, dois anos após se formar pela Faculdade de Direito de Sorocaba. Iniciou sua carreira no Litoral, atuando na DIG e Seccional de Itanhaém. Transferido para Votorantim em 1993, foi diretor do Setor de Investigações da Delegacia do Município e Cadeia Feminina até 2000, quando chegou a Sorocaba para coordenar a implantação do Grupo de Operações Especiais (GOE), unidade especializada que chefiou até 2002. Em seguida, assumiu o Grupo Antissequestro de Sorocaba (GAS), onde atuou no combate ao crime organizado. Após 12 anos comandando o GAS, entre 2014 e 2015 exerceu suas atividades junto à Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e o 2º Distrito Policial, onde introduziu a filosofia de Polícia Comunitária, visando a aproximação do policial civil à comunidade. Em junho de 2015 assumiu a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise), com a missão de reestruturar a unidade. Em 2019, concluiu o Curso Superior de Polícia Integrado.

Além de pós-graduado em Polícia Judiciária e Sistema de Justiça Criminal, Negrão também é professor na Academia de Polícia Civil, onde leciona a matéria “Polícia Comunitária”. Durante sua trajetória, participou de inúmeros cursos no Brasil e Exterior e esteve à frente de casos com repercussão nacional. Durante sua gestão como delegado seccional de Polícia de Sorocaba, Wilson Negrão priorizou o trabalho conjunto com a Polícia Militar, Polícia Federal, Ministério Público e Poder Judiciário, entre outras instituições, gerando importantes operações, com significativos resultados. Reestruturou o Plantão Policial Norte e da Delegacia de Defesa da Mulher, implementando meios que pudessem garantir a integridade física e psicológica dos policiais civis.

Para o cargo de Negrão à frente da Delegacia Seccional de Sorocaba, está assumindo o bel. Levi D’Oliveira, de 60 anos de idade e delegado de Polícia Civil há mais de 30 anos. Formado pela Faculdade de Direito de Sorocaba também, iniciou sua carreira no 51º DP/Rio Pequeno, na Capital. Em Sorocaba, trabalhou na Delegacia de Investigações Gerais e no 8º Distrito Policial, entre os anos de 1993 e 1995. Durante aproximadamente dez anos, atuou na Corregedoria Geral da Polícia Civil, passando também pelas Corregedorias do Demacro (Departamento da Grande São Paulo) e Detran (Departamento Estadual de Trânsito) e pelo Denarc (Departamento Estadual de Combate ao Narcotráfico). Após ocupar a titularidade em diversos distritos policiais da Capital (Ipiranga, Jabaquara e Ceagesp), assumiu a assistência da Secretaria de Coordenação e Controle do Interior da Academia de Polícia, onde também foi delegado de Polícia Divisionário.

Depois de exercer as funções de delegado seccional de Taboão da Serra de 2018 a 2019, D’Oliveira retornou para a Academia de Polícia e estava em Sorocaba desde fevereiro, como Divisionário da Assistência Policial do Deinter 7. Pós-graduado em Polícia Judiciária e Sistema de Justiça Criminal, também é professor da Academia de Polícia, onde leciona Prevenção de Acidentes do Trabalho Policial, Transporte e Remoção de Presos, Ética Policial e Relações Públicas, assim como ministra aulas práticas de Gerenciamento de Crises.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar