Domingo, 20 de Setembro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< EDITORIAL Democracia deturpada

Publicada em 18/08/2020 às 20:34
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
Tudo aquilo que foi liberado de recursos financeiros pelo Palácio do Planalto para socorrer desempregados, informais e trabalhadores de uma série de outros segmentos poderá ficar sem efeito caso os beneficiados não tenham a oportunidade de conseguir o quanto antes uma vaga no mercado de trabalho. Sem isso e sem que possam continuar recebendo recursos governamentais de maneira indefinida, até porque a União já destinou quase R$ 700 bilhões para todos aqueles que se encontram numa situação difícil, nada mudará o cenário desastroso que vai piorando a vida de grandes contingentes de brasileiros por causa de toda a contaminação que o novo Coronavírus vem provocando em todo o País.
 
Levando-se em conta que a situação chegou a um ponto insustentável para milhões de pessoas que não conseguem um emprego com carteira assinada, há que se considerar que foram acertadas as providências tomadas pelo governo para que elas não ficassem totalmente na rua da amargura. Afinal, se tudo no Brasil vai acontecendo da pior maneira, sem movimentar a economia como se deve e sem que as empresas tenham condições de formalizar novas contratações, a culpa não é dos jovens que concluíram cursos universitários ou técnicos e que hoje não conseguem uma oportunidade no mercado de trabalho. Se neste ano os grupos políticos vão receber graciosamente alguns bilhões de reais para as eleições municipais de
"Não há como negar que a democracia, que sempre precisa ser garantida pelo povo - eterno sacrificado em favor da classe política - é absolutamente intolerável pela maneira com que é conduzida no Brasil"
novembro, por que os trabalhadores sem emprego também não podem receber a mesma deferência governamental? Näo há como negar que, neste caso, o presidente Jair Bolsonaro agiu corretamente ao liberar o auxílio de emergência a milhões de brasileiros.
 
Há que se destacar que o fundo partidário, que ajuda os candidatos a gastar nas eleições, praticamente foi triplicado em 2020. Como é que esse tipo de indecência pode prevalecer em detrimento de quem quer trabalhar e não consegue uma colocação? E o povo brasileiro ainda é obrigado a assistir a muitos de seus representantes querendo justificar o aumento autoconcedido que foi conseguido através da redução de recursos financeiros de áreas como a Saúde, Educação, Saneamento básico e outros serviços de infraestrutura. Ninguém deve esquecer que o problema do desemprego no País ainda vai durar, infelizmente, por mais dois ou três anos em razão de todos os estragos que a Covid-19 vai deixar.
 
Todos precisam ter em mente que o sistema democrático, que sempre precisa ser garantido pelo povo - eterno sacrificado em favor da classe política - não deixa de ser absolutamente intolerável pela maneira deturpada com que é conduzido no Brasil.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar