Quinta-Feira, 22 de Outubro de 2020

Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
Sorocaba 

buscar

<< Mais de 180 mil pessoas já foram vacinadas contra a gripe em Sorocaba

Publicada em 15/06/2020 às 23:34
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR
(Foto: Divulgação)
O Estado liberou novos grupos para imunização e já podem se imunizar os trabalhadores do Metrô; CPTM; Correios; funcionários da limpeza urbana e moradores em situação de rua. A vacinação de crianças também está baixa e a SES pede atenção dos pais.
 
A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), já vacinou 183.846 pessoas contra a gripe. Os dados da cobertura vacinal são referentes às 17h do dia 9 de junho. Além disso, idosos, profissionais da saúde e privados de liberdade, superaram a meta estipulada pelo Ministério da Saúde de 90% de imunizados. Até o momento, 80.357 (121,93%) idosos, 21.820 (124,74%) profissionais da saúde e 3.899 (107,09%) privados de liberdade foram imunizados na cidade. A campanha termina no dia 30 de junho.
 
O grupo de portadores de comorbidades atingiu 85,89%, ou seja, 29.592 pessoas foram imunizadas. Já os funcionários do sistema prisional alcançaram 67,56% (677). Caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, registraram 1.717 vacinados, enquanto que os membros da força de segurança e salvamento atingiram 1.981. Outros grupos somam 6.529 imunizados.
 
A cidade também tem 3.450 gestantes (51,48%) e 529 puérperas (48%) imunizadas com a aplicação da vacina gripe. Entre as crianças, 19.991 receberam a dose, o que representa 46,58% de vacinados desse grupo. Portadores de deficiências tiveram 118 imunizados e indígenas 27.
 
Já o grupo de professores atingiu 86,10% de imunizados (4.102) e os adultos de 55 a 59 anos computaram 10.254 vacinados (35,82%). A cobertura vacinal geral da campanha atingiu até o momento 83,81%.
 
 
QUEM DEVE SE VACINAR - Podem se vacinar, além dos idosos, profissionais da área de saúde e membros das forças de segurança e salvamento. Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (mediante comprovação), assim como funcionários do sistema prisional; caminhoneiros, motoristas de transporte público e portuários também integram o público-alvo, juntamente com adultos de 55 a 59 anos e professores das redes pública e privada. Portadores de deficiência; indígenas; privados de liberdade; gestantes; puérperas (após 45 dias do parto) e crianças de 5 meses a 5 anos e 11 meses, devem se imunizar.
 
Devido à baixa procura pela vacina influenza nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a Secretaria Estadual de Saúde liberou novos grupos para imunização. A partir desta segunda-feira (15) também poderão se vacinar colaboradores do Metrô; CPTM; Correios; funcionários da limpeza urbana e moradores em situação de rua.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar