Quarta-Feira, 26 de Fevereiro de 2020

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< SOROCABA Adutoras na Serra de São Francisco não oferecem risco, afirmam representantes do Saae Informação foi dada durante reunião com a prefeita sobre problemas causados pelas chuvas

Publicada em 11/02/2020 às 01:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A prefeita solicitou empenho das secretarias e órgãos envolvidos (Foto: Divulgação)
Adutoras na Serra de São Francisco não oferecem risco. A informação foi dada na tarde desta segunda-feira (10) por representantes do Saae à prefeita de Sorocaba, Jaqueline Coutinho. A chefe do Executivo se reuniu com representantes da Defesa Civil, com secretários, integrantes da Urbes – Trânsito e Transportes, Saae e Guarda Civil Municipal (GCM), para um balanço sobre a condição da cidade mediante o volume de chuva que caiu sobre Sorocaba desde a noite do sábado (8). A prefeita se inteirou do índice pluviométrico das últimas 72 horas, assim como das ações para minimizar os impactos causados pela precipitação.
 
Durante a reunião, Jaqueline foi informada de que a cidade registrou 100mm de chuvas entre domingo (9) e segunda (10), sendo o índice pluviométrico das últimas 72 horas – considerado até a manhã desta segunda-feira (10) – atingiu 147mm. O acumulado deste início de fevereiro é de 350,5mm. A média histórica para o mês é de 156mm. Também recebeu a informação do registro da queda de cinco árvores, assim como de que houve o alagamento em oito vias da cidade e problemas nas estruturas de oito imóveis.
 
O secretário de Serviços Públicos e Obras, Wilson Unterkircher Filho, informou que tão logo as chuvas se encerrem terão início os serviços de tapa-buraco nas vias afetadas. A prefeita solicitou empenho das secretarias e órgãos envolvidos no sentido de minimizar os eventuais problemas causados pelas chuvas, assim como a intensificação da ação dos agentes da Urbes para dar maior fluidez ao trânsito.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar