Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Últimos 24 mil carnês do IPTU Complementar serão entregues na próxima semana

Publicada em 26/09/2019 às 19:35
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O contribuinte sorocabano que construiu ou fez algum tipo de ampliação em seu imóvel, sem oficializar isso na Prefeitura, começa a receber na próxima semana os carnês de pagamento complementar do Imposto Predial, Territorial Urbano (IPTU). Segundo a Secretaria da Fazenda, as últimas 24 mil notificações foram entregues ao Correio nesta semana, fechando, então, o ciclo de cobrança do imposto devido. O pagamento do tributo deverá feito até o dia 9 de outubro. 
Durante o ano, as notificações do IPTU Complementar foram divididas e entregues em três lotes, num total de 56 mil carnês e uma previsão de arrecadação entre R$ 10 a R$ 20 milhões. “A fiscalização dos imóveis é um dever da Prefeitura, assim como a obrigação de qualquer cidadão em apresentar projetos e aguardar as aprovações para construir ou ampliar as edificações, de acordo com o Código de Obras do Município”, pondera o secretário municipal da Fazenda, Marcelo Regalado. 
O pagamento pode ser realizado com desconto de 5% por meio do carnê complementar à vista ou em três vezes ou ainda sem desconto em até 10 vezes, acessando o site http://iptu.sorocaba.sp.gov.br. Em casos de divergência nas informações que constarem na notificação, o munícipe deve procurar a Casa do Cidadão do Paço Municipal, no andar térreo, para esclarecimentos e eventual pedido de revisão. 
 
ATUALIZAÇÃO POR IMAGENS - Por meio de uma empresa especializada, contratada pela Prefeitura, a Secretaria de Planejamento e Projetos realizou, durante os meses de agosto e setembro de 2018, o levantamento para atualizar as áreas construídas dos imóveis em Sorocaba. Durante o trabalho, foram utilizadas imagens aéreas (aerofotogrametria) e terrestres (mapeamento móvel) georreferenciadas, com o mapeamento digital de ruas, lotes e edificações, através do perfilamento a laser. A partir disso, os dados foram comparados com as informações constantes no Cadastro Imobiliário do Município e com a base cartográfica elaborada em 2006.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar