Sexta-Feira, 22 de Novembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Polícia descarta envolvimento de terceiro em crime em Piedade

Publicada em 17/09/2019 às 19:31
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A participação de um terceiro envolvido na morte do jovem Samuel Rodrigues de Carvalho Campos, de 18 anos, foi descartada pela Polícia Civil. De acordo com o delegado Seccional de Sorocaba, Marcelo Carriel, o rapaz foi vítima de um crime premeditado em um parque em Piedade (SP). Ele foi esfaqueado e teve parte do corpo queimada. 
Os principais suspeitos do ataque são dois adolescentes, apreendidos no local do crime, um garoto de 15 anos e uma jovem de 17. Eles foram encaminhados para a Fundação Casa de Sorocaba, onde poderão ficar internados. Conforme indícios da investigação, Campos foi atraído para uma emboscada. 
Carriel explica que a vítima foi atingida com mais de 30 facadas e teve a genitália queimada. A linha de investigação mostra que a emboscada teria sido combinada pelos dois adolescentes. Na ocasião, a jovem teria convidado Campos para ir ao parque, já que eles teriam se relacionado algumas vezes. Lá, ele teria sido surpreendido pelo agressor. 
 
DEPOIMENTOS – O adolescente afirmou à polícia que estava com álcool e uma faca tática na bolsa por segurança para conversar com Campos. Ele disse também que o rapaz tinha “ficado” com a menina e pretendia ter um relacionamento com ela. Os três teriam combinado de se encontrar para que a garota terminasse com Campos. 
O adolescente reforçou, ainda, ter levado um litro de álcool e a faca para se defender em caso de briga, já que a vítima era alto e jogador de basquete. Ele contou também que, em seguida, teria visto Campos tentando beijar a menina, o que o levou a partir para cima com uma faca e lutar corporalmente.  
Quando ao álcool, o menor diz que o jogou e acendeu o isqueiro para tentar afastar o jogador. Ele frisou, ainda, fazer tratamento contra depressão e que toma medicamentos. Fora isso, no local do crime, uma mochila com marcas de sangue e duas facas também foram encontradas. 
Por sua vez, a garota disse ter conhecido o jogador de basquete pelas redes sociais e ter “ficado” com ele uma vez. Porém havia começado a namorar o outro adolescente e Campos teria insistido em um relacionamento com ela. Segundo o delegado Marcelo Carriel, o crime foi passional, e prevê que as investigações serão concluídas em 10 dias. 
Ainda de acordo com a Polícia Civil de Piedade, que acompanha o caso, Campos teria conseguido reagir no momento do ataque, porque, ao que tudo indica, ele teria provocado ferimentos na perna e na mão do suspeito de autoria do crime. Eles também devem ter entrado em luta corporal e uma das facas pode ter sido usada por Campos como defesa.  
 
SEPULTAMENTO – O corpo de Campos foi sepultado na manhã desta terça-feira (17) no Cemitério Santo Antônio, em Sorocaba. Pouco antes de o funeral deixar o velório no bairro Santa Rosália, colegas da equipe de basquete em que o jovem jogava estiveram no velório para homenagear o amigo. 
De acordo com familiares de Campos, ele teve morte cerebral e era mantido vivo por aparelhos. Na madrugada de segunda-feira (16), eles foram chamados pelo hospital, que comunicou que o coração dele havia parado de bater às 4h37. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar