Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< Cras e Creas sofrem déficit de funcionários Unidades também têm problemas estruturais

Publicada em 13/08/2019 às 20:36
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Os Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) e os Centros de Referência de Assistência Social (Cras) enfrentam déficit de funcionários e deficiências estruturais para a execução dos trabalhos nas unidades.
Os problemas foram confirmados na tarde desta terça-feira (13), por coordenadoras dos Cras e Creas de Sorocaba, em depoimento à CPI do Acolhimento ao Menor, composta pelo presidente, Rodrigo Manga, pela relatora, Fernanda Garcia, e pelo membro, Luís Santos. 
Na ocasião, três representantes dos Cras de Sorocaba e duas representantes dos Creas prestaram depoimento. Também convocada para depor, a coordenadora da unidade do Creas Sul Leste não compareceu à oitiva.
Em relação aos Cras, a maior queixa das depoentes foi em relação ao déficit no corpo técnico de atendimento às famílias, principalmente assistentes sociais e psicólogos. Ainda foi apontado que cada unidade tem à disposição um veículo apenas a cada 15 dias.
O problema com veículos, segundo as depoentes, também prejudica o trabalho dos Creas, que dispõem de um carro uma vez por semana. As coordenadoras também se queixaram da falta de advogados nas unidades.
Após as oitivas, Manga ressaltou a importância de a CPI ouvir representantes de toda a rede de assistência do município, a fim de investigar denúncias de violência sofrida por crianças e adolescentes acolhidos pelo Poder Público. 
“A comissão está colhendo as informações para entender como está estruturado o atendimento e apontar em nosso relatório final os erros que levaram as crianças a serem violentadas e o que precisa ser feito para evitar que casos como esses voltem a ocorrer.”
Na próxima terça-feira (20), às 14 horas, serão ouvidos pela comissão representantes do Conselho Municipal de Assistência Social e do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar