Sábado, 7 de Dezembro de 2019

Diário de Sorocaba





Leia a edição impressa na íntegra


Clique aqui para acessar a edição do dia
buscar

<< CULTURA ‘Som na Área’ agita panorama musical da cidade em agosto

Publicada em 29/07/2019 às 18:00
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
O Sesc Sorocaba trará diversas apresentações musicais, contemplando variados estilos como a nova MPB e o samba, durante o mês de agosto, dentro do aplaudido projeto ‘Som na Área’. Entre os dias 2 a 23 do mês entrante, às sextas-feiras, às 20 horas, e quinta 15, 365º aniversário de fundação de Sorocaba, e domingos, às 17, bandas e grupos da nova Música Popular Brasileira e do samba apresentam músicas autorais e homenagens a seus grandes mestres no palco da Área de Convivência da Unidade, no Jardim Faculdade. Sempre de graça!
‘Netvno’ é o grupo que se apresenta já nesta sexta-feira (2), às 20 horas, mostrando o show “Três noites de azul”. Nascida no interior de São Paulo, a banda convida o público a experimentar seu som autoral, composto por um curioso gradiente de referências e inspirações, misturando MPB com pop, jazz e R&B contemporâneo. A banda é composta por Aglaia (vocais), Diego Morais e Fred Negrini (guitarras), Edgar Scaramuzza (baixo), Murilo Gonçalves (bateria) e William de Paula (teclados).
No domingo (4), o grupo ‘Samba Rasgado’ ocupa o palco do ‘Som na Área’ às 17 horas. “Samba de Norte a Sul” é o título de seu espetáculo musical, com clássicos da Bahia ao Rio Grande do Sul sendo revividos nesta apresentação, que passa pelos baianos Dorival Caymmi e Nelson Rufino, os mineiros Ataulfo Alves e Clara Nunes, os paulistas Adoniran Barbosa e Paulo Vanzollini e o gaúcho Lupicínio Rodrigues, sem deixar de lado os mestres do Rio de Janeiro, como Cartola, Noel Rosa e Nélson Cavaquinho, entre outros.
 
AGENDA IMPERDÍVEL – A agenda de agosto do ‘Som na Área’, no Sesc Sorocaba, segue no dia 11, domingo, com ‘Zanza Simião e Amigas’, numa roda de samba em que o repertório vai desde clássicos do samba, passando por músicas autorais e finalizando com sambas de rodas de terreiro e sambas-enredo. Na quinta-feira (15), feriado municipal do Dia da Cidade, às 17 horas, o ‘Bola 7’ canta Jackson do Pandeiro, seguindo a trilha que leva aos caminhos do samba, ao visitar a obra do grande músico.
Dia 16, sexta-feira, é a vez de François Muleka, artista visual, cantor, compositor e pluri-instrumentista, mostrando seu trabalho "Couragem", num show de canções e poesias que une a música brasileira com a música tradicional africana; dia 18, domingo, grupo ‘Kizumbamba’ que, com “Do Rio a São Paulo”, apresenta um pouco da história do samba e de seus compositores, interpretando grandes clássicos; e dia 23, sexta-feira, ‘Vitrola Sintética’, banda paulistana indicada, inclusive, ao Grammy Latino por dois anos seguidos e que lança, agora, seu quarto álbum, seguindo no caminho de flertar com a estética pop, sem abrir mão do experimentalismo sonoro e das composições atreladas às temáticas do nosso tempo.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar