Domingo, 16 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< Orquestra Experimental executa obra inédita para piano na Sala Fundec

Publicada em 13/06/2019 às 01:21
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação/ Teófilo Negrão)

Nesta quinta-feira (13), às 20 horas, na Sala Fundec, sob a regência do professor Paulo Afonso Estanislau, a Orquestra Experimental da Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba executará uma peça inédita do compositor Gilmar de Campos, com o solo da pianista Lúcia Helena Bismara. O público poderá ouvir as peças “Anvil Chorus”, de Giuseppe Verdi, e “Bach in Rock”, com arranjo de Saul Feldstein, mas o grande destaque da noite é a estreia da obra "Fantasia Concertante para piano e orquestra Op. 3", do músico e compositor saltense Gilmar de Campos. A peça, composta em quarenta dias, foi escrita em homenagem à pianista Elizabeth Milanez, que fundou o Conservatório de Salto, e possui quatro movimentos, dos quais três serão apresentados. “Normalmente, a figura do compositor está associada a regentes ou mesmo pianistas. Não creio que seja algo tão comum o compositor estar tocando bem no meio das fileiras da Orquestra, no caso oboé. Seria mais confortável estar na plateia assistindo, mas me sinto muito privilegiado em poder participar, tocando, da primeira execução da minha peça”, salienta Gilmar.

A escolhida para solar o concerto de piano é a musicista e professora Lúcia Bismara, do IMMS/Fundec. Para Lúcia, "é um prazer realizar esse concerto com a Orquestra Experimental, a qual tive oportunidade de reger por alguns anos. Acredito ser uma grande experiência para os alunos poder tocar com um instrumento solista e também uma satisfação poder interpretar um concerto composto pelo colega Gilmar de Campos que, além das habilidades como músico, demonstrou inegável capacidade como compositor".

 

SERVIÇO – Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada) e podem ser adquiridos a partir das 8h30 de hoje, na própria Fundec, à rua Brigadeiro Tobias, 73 – Centro.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar