Quinta-Feira, 21 de Março de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Público poderá matar saudade de personagens em Sai de Baixo - o Filme

Publicada em 21/02/2019 às 11:52
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Uma comédia nacional e a continuação de um terror são as novidades desta semana nas salas de cinema de Sorocaba. Com atores bem conhecidos do mundo humorístico, “Sai de baixo – o filme” promete a volta das personagens icônicas da série de sucesso da Rede Globo; já “A morte de dá parabéns 2” das as fundações de seu predecessor.
 
De acordo com as críticas, a comédia brasileira foge da estrutura de teatro filmado do elogiado programa para seguir, de forma independente, só que bem às avessas. “A principal diferença entre o que víamos nas telinhas e o que é exibido na telona é justamente a passagem de tempo e a edição de alguns personagens.”
 
Na trama, o público poderá acompanhar a trupe, formada por Caco Antibes, Magda, Ribamar, Vavá e Cassandra, na maior parte do tempo dentro de um ônibus da empresa Vavatur com uma missão bem complicada, que é levar joias caríssimas para fora do País sem que a polícia fique sabendo. 
 
“O humor entra a partir do momento em que vemos uma família separada, pois Vavá está preso e Caco, por sorte, está de saída após alguns anos de reclusão. O apartamento do Arouche foi tomado e todos moram com Ribamar no mesmo prédio, mas em local pequeno e precário; tal situação já é um palco amplo para piadas”, dizem os críticos. 
 
Ainda conforme a análise do filme, alguns espectadores que não consigam enxergar o estilo da produção como propositalmente incorreto, ou até crítico para com as questões sociais de um país como o Brasil, podem sentir-se incomodados com as piadas, que se mantêm as mesmas da série, até mesmo com teor pejorativo. 
 
“Piadas sobre pobre não é o que falta, assim como situações que acentuam traições, má-índole e má-conduta. Há também piadas obvias e não tão engraçadas. Mas se há uma piada específica que funciona é a da imposição de Magda perante o famoso bordão ‘Cala boca, Magda!’ Ao ouvir tais palavras, ela se impõe e deixa claro que os tempos mudaram”, frisa. 
 
A crítica revela, ainda, que, para a pessoa que quer sentir uma pontada de nostalgia da década de 90 e reencontrar personagens do mesmo jeito que estavam, o filme desenvolve bem essa missão. “Mas se a intenção era justamente nos fazer matar ainda mais a saudade, um trabalho de personagens dentro do apartamento soaria mais natural”, pondera. 
 
TERROR – Já o terror “A morte te dá parabéns 2”, com direção de Christopher Landon, continua a história de Tree Gelbman, que olha para o futuro, tentando escrever uma nova fase ao lado de Carter; isso depois de morrer diversas vezes para quebrar o feitiço temporal que a mantinha presa no dia de seu aniversário. 
 
Contudo, quando um experimento científico dá errado, a jovem é forçada e voltar ao afluxo de repetição e, desta vez, morrer não será o bastante para escapar. Segundo os críticos, a obra mantém o objetivo maior da cartilha das continuações hollywoodianas, que é entregar um produto que mantenha o interesse do público.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar