Quinta-Feira, 22 de Novembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Mulher atingida por disparo em Pronto-Atendimento entra com ação contra Prefeitura

Publicada em 06/11/2018 às 18:08
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A defesa da mulher, atingida pelo disparo de uma arma de choque dentro do Pronto-Atendimento (PA) do Parque das Laranjeiras, zona norte, entrou com uma ação contra a Prefeitura. Ela acusa um guarda civil municipal de atingi-la. A indenização de danos morais por conta de lesões corporais foi estipulada no valor de R$ 57.240. 
 
A mulher fazia uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, no interior da unidade, informando a falta de médicos. Em seguida, acabou sendo ferida com o disparo. No vídeo, o guarda pede para ela parar com a filmagem, contudo, com a negativa, o GCM altera-se na voz e ordena que ela desligue o aparelho. Contudo ela se nega e diz que é preciso mostrar a situação. Ele, então, segura-a pelo braço e dispara a arma de choque contra a barriga dela. Ainda no vídeo, a vítima aparece gritando de dor e mostrando o local onde foi atingida. 
 
A Corregedoria Geral do Município deu início na segunda-feira (5) aos trabalhos de apuração do incidente. O corregedor geral, Carlos Alberto de Lima Rocco Júnior, ouviu duas testemunhas envolvidas no caso, das quais uma é o guarda civil municipal, autor do disparo da arma de choque, assim como o coordenador daquela unidade de saúde.
 
Nesta terça-feira (6), outras quatro testemunhas foram ouvidas pela Corregedoria Geral do Município. Paralelamente, o corregedor já teve acesso às imagens do circuito interno de videomonitoramento do PA, assim como requisitou diversos documentos, entre os quais registros de ponto dos profissionais que atuavam naquela unidade durante o incidente, sobretudo, dos médicos plantonistas, e, também, prontuários médicos e registro de entrada da cidadã que se envolveu no caso. De acordo com o corregedor, o prazo para a conclusão das investigações é de 60 dias.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar