Domingo, 16 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< POLÍTICA Haddad fala em oportunidade e Bolsonaro pede mobilização Eleitores voltam às urnas para decidir entre petista e capitão reformado

Publicada em 08/10/2018 às 13:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: UOL)
Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) decidirão, no segundo turno, no próximo dia 28, aquele que governará no Palácio do Planalto pelos próximos quatro anos. Esta é a primeira vez em que os dois disputam a Presidência. Com 96,42% das urnas apuradas, Bolsonaro registrava 46,66% dos votos válidos; já o petista marcava 28,5% dos votos, conquistando parte significativa no Nordeste.
Em pronunciamento após a definição do segundo turno, Haddad ressaltou que a nova etapa da eleição será uma oportunidade de ouro. “Abre-nos uma oportunidade de ouro para discutir frente a frente, sem medo de ser feliz.”
Já o presidenciável do PSL, por transmissão ao vivo pelo Facebook, comentou os resultados. “Acredito em Deus, acredito em vocês e acredito no nosso Brasil. Meus quase 50 milhões, muito obrigado, mais uma vez. Estamos juntos. Até a vitória se Deus quiser”, disse o capitão reformado. Ele ainda pediu mobilização de eleitores. “Temos como mudar o destino desta Nação, mas todos vocês que estiveram comigo nesse momento vão ter de continuar mobilizados até o dia 28.”
 
APOIO – Já o candidato pelo MDB, Henrique Meirelles, que, com 98% das urnas apuradas, tinha 1,21%, disse não declarar apoio a nenhum dos candidatos do segundo turno. “Prefiro a independência.” A candidata da Rede, Marina Silva, afirmou que estará na oposição independentemente de quem seja o vencedor.
Já Ciro Gomes, do PDT, disse que vai se reunir com a direção do partido antes de decidir sobre a posição que será adotada na nova hipótese, contudo excluiu a ideia de apoiar Bolsonaro. “Ele não, sem dúvida.”
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar