Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< BRASIL Bolsonaro precisará de cirurgia posterior para reconstruir trânsito intestinal

Publicada em 10/09/2018 às 18:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Reprodução/Twitter)
Internado há três dias em São Paulo, o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, precisará passar por uma nova cirurgia de grande porte, posteriormente, para reconstruir o trânsito intestinal e retirar a bolsa de colostomia, feita em função de lesões graves no intestino grosso e delgado, informou nesta segunda-feira (10) boletim médico.
 
A nota não informa data em que essa cirurgia será feita. Bolsonaro permanece sem sinais de infecção, recebendo o suporte clínico, fisioterapia respiratória e motora e alimentação endovenosa. Ele foi atingido por uma faca na região abdominal na quinta-feira (6), quando participava de uma atividade de campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. 
 
Segundo o hospital, quatro dias após o ferimento, o estado do candidato ainda é grave e ele permanece em terapia intensiva. "O paciente permanece ainda com sonda gástrica aberta e com paralisia intestinal, que ocorre habitualmente depois de grandes cirurgias e traumas abdominais. No domingo, havia uma movimentação intestinal ainda incipiente.” 
 
Fazem parte da equipe médica do candidato, o cirurgião Antônio Luiz Macedo, o clínico e cardiologista Leandro Echenique e o diretor-superintendente do hospital, Miguel Cendoroglo. Bolsonaro foi transferido para o Hospital “Albert Einstein”, na Capital paulista, onde deu entrada por volta das 10h45 de sexta-feira (7). 
 
O candidato recebeu um golpe de faca no abdome desferido por Adélio Bispo de Oliveira. Bolsonaro foi operado para estancar uma hemorragia em veia abdominal, teve o intestino delgado costurado e parte do intestino grosso retirada. Ele também foi submetido a uma colostomia e, em até dois meses, terá de ser operado novamente. 
 
O autor do ataque a Bolsonaro foi preso pela Polícia Militar da cidade. A Polícia Federal (PF), responsável pela segurança do candidato, abriu inquérito e está investigando o caso. No sábado (8), Adélio Bispo foi transferido pela PF para a penitenciária federal de segurança máxima de Campo Grande (MT).
 
BOLSONARO TEM 30% DE VOTOS, MAS REJEIÇÃO PASSA DOS 50% - Pesquisa BTG/FSB divulgada na manhã desta segunda-feira (10) aponta que 30% dos eleitores votariam hoje em Bolsonaro. O índice, que considera a consulta estimulada, é 4% maior que o mostrado na pesquisa do Ibope na semana passada. Na pesquisa espontânea, Bolsonaro tem 26%. A rejeição do candidato chega a 51%, enquanto no levantamento do Ibope era de 44%. Ainda de acordo com o cenário estimulado, Ciro Gomes (PDT) segue em 2º lugar no ranking, com 12% das intenções de voto, seguido por Marina Silva (Rede), com 8%, empatada com Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT). Os votos brancos e nulos chegam a 3%, e o percentual de entrevistados que afirmaram não votar em ninguém é de 13%. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar