Sábado, 20 de Outubro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Estado firma parceria para revitalizar Fórum Velho Secretário estadual de Cultura vem a Sorocaba para assinar protocolo de intenção com a Prefeitura e Associação Comercial

Publicada em 09/08/2018 às 18:08
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Arquivo/DS)
O secretário estadual de Cultura de São Paulo, Romildo Campello, esteve em Sorocaba nesta quinta-feira (9), para assinar protocolo de intenção com a Prefeitura e Associação Comercial para a revitalização do prédio histórico do Fórum Velho, na praça Frei Baraúna., no Centro, de propriedade do Governo de São Paulo, que se encontra abandonado há tempo e sofrendo terríveis problemas de degradação, desde que a Pasta decidiu retirar dali, sob o pretexto justamente de que o edifício necessitava de obras de conservação urgentes, e depois desativar a Oficina Cultural Regional “Grande Otelo”, que nele funcionava. Segundo Campello, o espaço terá o uso compartilhado pelos governos do Município e do Estado, em conjunto com a Associação Comercial de Sorocaba, sendo que o prédio deverá ser cedido por 30 anos. Em contrapartida, a Associação Comercial ficará responsável pelo restauro do prédio, que está estimado em R$ 3 milhões - em 2014, o Governo do Estado chegou a iniciar uma reforma, que teve que ser interrompida em 2015. Como contrapartida, após o restauro a entidade vai utilizar parte do prédio para suas repartições administrativas; a outra parte será utilizada pela Prefeitura, para abrigar atividades socioculturais promovidas pela Secretaria de Cultura e Turismo do Município e pelo Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). “É um benefício direto para Sorocaba e toda Região Metropolitana e também para a revitalização do centro da cidade”, comemorou Campello, destacando ainda que, após o processo, o prédio poderá, inclusive, receber novas oficinas e projetos culturais, como o Projeto Guri. 
 
Antes da assinatura formal do protocolo de intenção no Paço, na presença do prefeito José Crespo e do presidente da Associação Comercial, o empresário Sérgio Reze, o secretário de Estado da Cultura esteve na Câmara Municipal, acompanhado do titular da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura, Werinton Kermes, e do chefe de Gabinete do Executivo, Alexandro Robin, quando recebeu dos vereadores o Diploma de Visitante Ilustre. O anúncio da assinatura do protocolo de intenção foi, aliás, bastante comemorado entre os vereadores, que lembraram o estado de degradação do prédio histórico, que vem sendo utilizado por usuários de drogas e moradores em situação de rua e ressaltaram a dificuldade que vinha acontecendo em se encontrar uma solução para o abandono do local. “É uma luta desta Casa e do secretário Werinton Kermes. Sei que a solução desse problema não depende só do Município, depende também do Estado”, disse o vereador Fernando Dini ao entregar a honraria de Visitante Ilustre ao secretário Romildo Campello. “Vocês conseguem resolver algo que está parado há muitos anos. Parabéns por essa gestão compartilhada”, acrescentou o vereador José Francisco Martinez, reforçando a importância da parceria entre Estado, Município e Associação Comercial.
 
PAUTA EM SOROCABA – Ainda ontem em Sorocaba, o secretário de Estado da Cultura, Romildo Campello, cumpriu uma série de outros compromissos, sempre acompanhado do colega Werinton Kermes. À tarde, participou de reunião com representantes da área cultural das cidades da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), no Museu de Arte Contemporânea (Macs), e também de uma reunião com os integrantes do Conselho Municipal de Política Cultural (CMPC) no mesmo local. Por volta de 16 horas, visitou a sede da Fundec (Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba), conhecendo o espaço e o trabalho desenvolvido na unidade, que tem parceria com a Prefeitura, e à noite, às 19 horas, Campello participou da abertura oficial da exposição “Yby Soroc”, do artista sorocabano Pedro Lopes, no Macs. A mostra é realizada pelo Museu de Arte Contemporânea e faz parte da programação de aniversário da cidade. “Yby Soroc” (Terra Rasgada, em português) é o nome de origem indígena de Sorocaba e as pinturas, inéditas e nunca antes expostas, retratam o desenvolvimento da cidade.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar