Quinta-Feira, 18 de Outubro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Saae instala hidrômetros com válvula antirretorno Substituições estão sendo feitas gratuitamente

Publicada em 08/08/2018 às 18:36
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
O Saae iniciou a instalação de hidrômetros com nova tecnologia, também certificados pelo Inmetro, que registram com mais precisão os menores volumes de água, reduzindo as perdas nas medições. Eles ainda são equipados com válvulas antirretorno, que impedem a água no interior da tubulação do imóvel de voltar à rede da rua, em momentos de desabastecimento. Os novos medidores começaram a ser instalados no loteamento Granja Olga, em substituição a hidrômetros antigos, que, devido ao tempo de uso, podem registrar consumo inferior ao volume realmente gasto. A troca dos hidrômetros com mais de cinco anos de uso em toda a cidade faz parte do Programa de Controle e Redução de Perdas.
 
Os bairros na zona leste serão os próximos que terão os hidrômetros antigos trocados pelos equipamentos mais precisos. São hidrômetros volumétricos, cujo princípio de funcionamento é baseado na medida real de volumes, a partir do enchimento e o esvaziamento, de forma cíclica, de sua câmara. Essa característica torna-o mais sensível às baixas vazões em relação aos hidrômetros anteriormente instalados em Sorocaba, cujo princípio é o velocímetro, que registra a velocidade com que a água passa. Outra vantagem do equipamento é que, mesmo que esteja desnivelado, ainda registra com precisão a medição.
 
O diretor-geral do Saae, Ronald Pereira da Silva, explica que a substituição é feita gratuitamente, visando reduzir as perdas na distribuição de água tratada. Esse trabalho iniciou-se há dois anos e foi intensificado a partir do mês de dezembro passado. Neste ano, foram substituídos 18 mil hidrômetros. A intenção é trocar gradativamente e sem interrupção para possibilitar com que todos os cerca de 220 mil hidrômetros instalados em imóveis pela cidade nunca ultrapassem os cinco anos de vida útil. De acordo com o Inmetro, após os cinco anos a mensuração do hidrômetro pode deixar de ser a correta.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar