Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Condutores de vans escolares querem flexibilizar horário

Publicada em 31/07/2018 às 18:36
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A direção da Associação do Transporte Escolar (Asteser) e do Sindicato dos Condutores Escolares de Sorocaba e Região (Sinceser) participaram de importante reunião com o secretário da Educação da Prefeitura, Mário Bastos, nesta terça-feira (31), na Câmara de Vereadores, intermediada por seu presidente, Rodrigo Manga, com o objetivo de apresentar proposta de flexibilização do horário de saída de escola para alunos que dependem das vans para ir embora em unidades da Rede Municipal de Ensino.  A primeira entidade engloba cerca de 200 associados e a segunda, por volta de 140, sendo que em Sorocaba existem cerca de 650 vans em operação, transportando, em média, 39 mil estudantes. “É um público considerável e que merece a preocupação por parte do Legislativo. Estamos aproximando as partes, para que cheguem a uma solução em comum, positiva para ambas”, pontuou Manga na oportunidade.
 
Tanto o presidente da Asteser, Douglas de Oliveira, quanto o do Sinceser, Edvandro Marques da Silva, destacaram ao secretário que antecipar em cinco minutos a saída desse público já seria uma medida que melhoraria o fluxo de trânsito e minimizaria o risco de acidentes na porta das escolas. “Muitos motoristas usam irregularmente as vagas destinadas às vans. Não tem local para todo mundo parar e fica uma bagunça”, frisou este último.
 
O secretário da Educação adiantou que levará a sugestão aos supervisores da Rede Municipal de Ensino e aos diretores de escolas. “É certo que uma flexibilização facilitaria essa logística, mas é preciso discutir se haverá prejuízo ao cumprimento da carga horária dos alunos. Vamos analisar todos os pontos, levando em conta o bom senso e, depois, tomar uma decisão”, frisou Mário Bastos.
 
TRÂNSITO COMPLICADO - Os representantes dos condutores alegam que há ruas de escolas em que o trânsito é complicado mesmo durante o recesso escolar. “Diretores de algumas unidades até autorizam a saída antecipada de alunos, sobretudo de creches, mas o interessante seria normatizar o procedimento, para evitar, inclusive, possíveis abusos”, citou Douglas de Oliveira. 
 
Outra medida que será adotada, desta vez em parceria com a Urbes – Trânsito e Transporte, será a realização de uma campanha de conscientização de motoristas quanto ao respeito às vagas de vans na porta das escolas. A ação deve começar nos próximos dias. “Esses profissionais que atuam com vans de estudantes merecem o nosso respeito e o reconhecimento pelo seu trabalho. Fazem de tudo para garantir a segurança das crianças transportadas”, finalizou Manga.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar