Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE Prefeitura assume déficit de médicos, diz vereador

Publicada em 27/07/2018 às 18:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Arquivo/Fernando Rezende)

As Unidades Pré-Hospitalares de Sorocaba (UPHs) têm déficit de médicos. A afirmação é da própria Prefeitura a um questionamento feito pelo vereador Péricles Régis (MDB) a respeito do cumprimento da promessa de campanha do governo Crespo, que previa o retorno do atendimento misto nas unidades da zona norte e oeste, já que hoje crianças em situação de urgência e emergência devem ser levadas para unidade da zona oeste e adultos que precisam de ajuda têm de ir para a da zona norte.

De acordo com a resposta dada ao parlamentar, a UPH da Zona Oeste conta com 32 pediatras na escala e nenhum clínico, enquanto que a unidade norte tem 46 clínicos gerais e nenhum pediatra. Contudo o maior problema apontado pelo vereador é que o Paço informou que, caso um adulto chegue à unidade oeste ou uma criança à unidade norte, passarão por consulta médica após triagem, acolhimento e avaliação de risco, para, posteriormente, serem transferidos com a intenção de serem tratados por especialista ao seu caso.

Para Péricles, a orientação passada pela Prefeitura em resposta ao requerimento geraria caos se fosse seguida à risca pela população. “Hoje, só atendendo aos públicos a que foram destinadas, as duas UPHs já trabalham no limite, imagina se elas absorvessem mais pacientes. Além disso, temos inúmeros casos de pessoas que não conseguem ambulância para transporte no dia a dia. De que forma a Secretaria de Saúde acha ser possível ficar baldeando crianças e adultos de uma unidade para outra? E não é só isso. Como a população encararia o fato de um adulto ser atendido por um pediatra na zona oeste, por exemplo”, questiona.

 

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar