Quinta-Feira, 19 de Julho de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Sesc lança especial Música Instrumental sem Segredos com shows e oficina em julho

Publicada em 03/07/2018 às 18:50
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
INSTRUMENTAL
 
“Música Instrumental sem Segredos” é uma programação especial que o Sesc Sorocaba lança neste mês de julho, com o propósito de aproximar de todas as pessoas esse tipo de música sem letra. A atividade será conduzida pelo jornalista, músico e pesquisador Felipe Shikama e contará com shows gratuitos às sextas-feiras, às 20 horas, na Área de Convivência da Unidade, no Jardim Faculdade, com os grupos Trio a Vácuo depois de amanhã, dia 6; Rafael Abdalla Quinteto, no dia 20, e Paulo Almeida Quinteto no dia 27. Além dos shows, acontece, entre os dias 7 e 28 aos sábados, às 15 horas, a oficina “Como Ouvir (e Gostar) de Música Instrumental”. 
 
A música sem letra fala uma língua universal, baseada em sensações e sons. A proposta do especial “Música Instrumental sem Segredos”, segundo Felipe Shikama, é decifrar alguns códigos e aproximar este tipo de música de todas as pessoas. Para isso, estão programadas apresentações permeadas por bate-papo, além da oficina para quem quer se aprofundar na apreciação deste tipo de música. 
 
TRIO A VÁCUO NESTA SEXTA – O Trio a Vácuo, responsável pelo primeiro show da série às 20 horas desta sexta-feira (6), formado em 2008 por músicos de Sorocaba tem como característica fazer música instrumental com fortes influências da música brasileira, jazz e world music. Os arranjos dosam elementos tradicionais e contemporâneos, onde o mais importante é a beleza da música. A instrumentação é diversa e rica, que parte desde um trio clássico, com guitarra acústica, contrabaixo e bateria, passando por novos timbres e combinações sonoras, com violões de 6, 7 cordas e bandolim, traduzindo desta forma a beleza das composições e arranjos, causando um maior envolvimento e contentamento no ouvinte. 
 
O trio é formado por Evandro Marcolino (guitarra, violão e bandolim), Rodrigo Ferreira (baixo, violão de sete cordas) e Elvis Toledo (bateria).
 
A OFICINA – Já a Oficina “Como ouvir (e gostar) de música instrumental” será focada no campo das sensações e, ao mesmo tempo, na contextualização histórica. Pretende apresentar ferramentas capazes de fazer o ouvinte decodificar a ausência de palavras na música instrumental - e descobrir o prazer na escuta. Dividida em quatro encontros temáticos, será ilustrada por fragmentos de composições e improvisos de diferentes linguagens e épocas, do canto ancestral ao jazz contemporâneo.
 
Sequencial em quatro sábados, os interessados devem se inscrever na Central de Atendimento do Sesc local, à rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade, ou pelo portal sescsp.org.br/sorocaba.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar