Sexta-Feira, 20 de Julho de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Conseguimos nosso primeiro objetivo na Copa, diz Coutinho Jogador ressalta que jogo coletivo é o grande responsável pela conquista

Publicada em 28/06/2018 às 19:14
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Philippe Coutinho foi decisivo, mais uma vez, para a Seleção Brasileira na Copa do Mundo. O jogador deu um passe magistral para a finalização de Paulinho no primeiro gol brasileiro na vitória sobre a Sérvia por 2 a 0. Na saída do Estádio Spartak, o camisa 11 comemorou a conquista da classificação brasileira para as oitavas de final do Mundial.
 
“Conseguimos o nosso primeiro objetivo, que era a classificação. A gente queria jogar bem e crescer na competição e garantir isso. Espero que a gente continue crescendo”, deseja o jogador eleito o melhor em campo nos dois primeiros jogos.
 
Philippe destacou o poder coletivo do grupo da Seleção Brasileira. Para ele, os atletas doam-se um pelos outros, preparam-se muito para seguir no time não importando a posição. “O cara da nossa Seleção é o elenco, que é muito forte e unido. O coletivo é o principal. Saímos felizes com a vitória. Eu procuro preparar-me sempre, aprender, evoluir e ficar preparado para jogar onde o professor precisar. Não tenho preferência por posição”, comentou.
 
Quem fez questão de elogiar a partida do camisa 11 foi o autor do primeiro gol brasileiro, Paulinho. Ao deixar o campo, ele afirmou o seguinte para os repórteres: “Coutinho é um craque. Um fenômeno. Sempre disse isso”.
 
HISTÓRIA – Agora, o adversário será um velho conhecido da Seleção Brasileira em Copas do Mundo, o México. Vai ser a quinta vez em que as duas seleções encontram-se em Mundiais. No histórico, vantagem da verde e amarelo. São três vitórias e um empate. Os duelos deram-se em 1950 (Brasil), 1954 (Suíça), 1962 (Chile) e 2014 (Brasil).
 
Um dos mundiais brasileiros foi conquistado em terras mexicanas, no tricampeonato de 1970; Mundial que estreitou ainda mais a relação apaixonada pelo futebol entre os dois países. 
 
No último encontro entre os dois, deu vitória brasileira por 2 a 0 em amistoso em 2015, com gols de Diego Tardelli e Philippe Coutinho. Em toda a história, são 39 jogos disputados, com 22 vitórias do Brasil, 10 para o México e sete empates. 
 
Na próxima segunda-feira (2), os dois escreverão um novo capítulo e levarão apenas as páginas fechadas até agora na Copa da Rússia. A campanha do Brasil foi de duas vitórias e um empate. Sete pontos somados, com cinco gols marcados e um sofrido; líder do grupo E, onde se classificou a Suíça em segundo lugar.
 
O México classificou-se em segundo lugar no grupo F. Somou seis pontos nas vitórias sobre a Alemanha (1 a 0) e Coreia do Sul (2 a 1). A única derrota veio contra a Suécia por 3 a 0 na última rodada, disputada na quarta-feira antes do confronto brasileiro. A equipe mexicana marcou três gols e sofreu quatro.
 
“Agora é pensar no México, uma grande seleção, muito rápida, mas a gente vai com o intuito de se classificar. É mais uma oportunidade que a gente busca”, comentou Miranda após a vitória brasileira. Brasil e México enfrentam-se na próxima segunda-feira, às 11 horas, em Samara, na Rússia. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar