Sábado, 22 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< AGENDA CULTURAL Mãe de jovem morto na Maré diz que testemunha reforça culpa do Estado

Publicada em 26/06/2018 às 17:09
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A busca pela verdade sobre a morte do filho é o que sustenta Bruna da Silva, mãe de Marcus Vinícius da Silva, de 14 anos. O adolescente morreu depois de ser baleado durante uma operação no Complexo da Maré, zona norte do Rio, na quarta-feira passada (20). Bruna espera que o depoimento de uma testemunha na Delegacia de Homicídios (DH) ajude no esclarecimento da morte do adolescente.

Bruna contou que ao sair de casa, o filho passou na casa do amigo para irem juntos para a escola. No caminho, diante do intenso movimento na comunidade por causa da operação, os dois resolveram voltar para a casa e Marcus Vinícius foi atingido. A mãe reafirmou a conversa que teve com o adolescente no hospital, quando ele afirmou que o tiro que o atingiu teria partido de um veículo blindado da polícia.

O advogado João Tancredo de Bruna disse que, tanto o depoimento da sua cliente, como o da testemunha mostram que o menino foi ferido por um integrante da Polícia. Bruna acredita que a repercussão do caso, inclusive no exterior, deve pressionar para o esclarecimento do assassinato.

NOTÍCIAS FALSAS – Hoje à tarde, acompanhada do advogado João Tancredo, Bruna se reuniu com o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro (Alerj). O encontro foi no gabinete do parlamentar e ficou acertado que a Comissão vai encaminhar um pedido ao Facebook para retirar postagens que acusam o jovem de envolvimento com o tráfico.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar