Quinta-Feira, 15 de Novembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< INTERNACIONAL Temer e Pence devem discutir situação de brasileiros nos EUA

Publicada em 25/06/2018 às 14:24
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A situação das mais de 40 crianças e adolescentes presos na fronteira americana com o México deve ganhar destaque no primeiro encontro de alto nível entre Estados Unidos e Brasil em território nacional desde o início do governo Temer. O vice-presidente de Trump, Mike Pence, desembarca em Brasília amanhã (26) às 7h40 e tem um encontro com Temer marcado para o meio-dia.

Ao detalhar a agenda de Pence no Brasil, o subsecretário-geral de Assuntos Políticos Multilaterais, Europa e América do Norte, Fernando Simas Magalhães, afirmou que todos os temas levantados serão tratados pelas autoridades, mas, evitou detalhar assuntos mais sensíveis como esse impasse decorrente da política de “tolerância zero” sobre imigrantes ilegais. Simas Magalhães se limitou a afirmar que o assunto terá “tratamento concreto e especial” e lembrou que o Itamaraty está mantendo um diálogo permanente com o governo americano, mas agentes consulares nos Estados Unidos têm relatado uma grande dificuldade em monitorar e encontrar as mais de 40 crianças brasileiras e promover o reencontro com as famílias.

Desde abril deste ano, milhares de famílias que tentaram entrar ilegalmente nos Estados Unidos acabaram afastadas de seus filhos. Estima-se que mais de 2 mil crianças foram afetadas pela medida adotada pelo governo Trump que, diante das críticas, ordenou, na última quinta-feira, que as famílias fossem reunidas. Hoje o Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos atualizou os números e elevou para 538 o número de crianças imigrantes que voltaram a ficar perto de seus familiares. Mesmo com essa medida de Trumpo, o Escritório de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) disse que a reunificação não soluciona o problema. A porta-voz do organismo da ONU, Ravina Shamdasani disse que, em nenhuma circunstância, se pode deixar uma criança em um centro de detenção.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar