Sexta-Feira, 22 de Junho de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< POLÍCIA Jornalista é condenado por matar psiquiatra em Sorocaba Eduardo Marcone Madureira foi condenado a mais de 40 anos prisão

Publicada em 23/05/2018 às 13:44
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O jornalista Eduardo Marcone Madureira foi condenado a 40 anos, nove meses e 18 dias de prisão pela morte, a tiros, do médico psiquiatra Eduardo Guenka. O crime aconteceu em junho de 2014 e o acusado foi a júri popular ontem (22).

Marcone era ex-paciente de Guenka e foi acusado de mata-lo na garagem da casa dele, além de atirar em outras duas pessoas.

Na época do crime, o suspeito foi ouvido pela polícia e preso temporariamente por 30 dias até a conclusão do inquérito, quando seria expedida a prisão preventiva.

A polícia acredita que as causas do crime estejam ligadas a problemas psiquiátricos, já que, segundo a família, Eduardo Marcone sofria de transtornos mentais e foi tratado pelo médico assassinado.

Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar