Segunda-Feira, 23 de Julho de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< ESPORTE Sobre duelo com o Vitória, Maycon destaca trabalho coletivo de Carille Jogo na Arena Corinthians começa às 19h30

Publicada em 09/05/2018 às 18:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A equipe do Corinthians trabalha para superar as baixas e o desgaste físico da sequência de jogos no início da temporada, ainda mais com os dois próximos duelos diante do Vitória, nesta quinta-feira (10), às 19h30, pelas oitavas de final da Copa do Brasil, e do Palmeiras, no domingo (13), às 16 horas, pela quinta rodada do Brasileirão. 
 
O volante Maycon, em entrevista coletiva, destacou o trabalho da equipe. “A gente fica chateado por não poder contar com alguns companheiros machucados. Mas rodar o elenco é importante, como o Carille já fez no ano passado. Não tem como dosar durante o jogo, pois precisamos nos entregar ao máximo com esta camisa; se estiver ganhando, a gente tenta valorizar mais o posse de bola”, disse, sobre a estratégia adotada para reduzir o desgaste físico.
 
Quanto aos jogos passados, o volante recordou-se da postura do time comandado por Fábio Carille. “A cobrança foi grande por esses resultados. Desde que o Fábio assumiu, passamos por isso poucas vezes. É curioso, mas a gente consegue dar a volta por cima. É claro que o desgaste bate, as lesões acontecem, mas o pessoal que está no banco entra e dá o melhor”, frisou.
 
Com jogo decisivo pela Copa do Brasil e o Dérbi, na sequência, o camisa 8 alvinegro destacou a importância de pensar jogo a jogo. “Não podemos pensar no Palmeiras agora. Se não tivermos um bom resultado contra o Vitória, sabemos que a pressão será maior contra o Palmeiras”, disse.
 
Em seguida, falou sobre o que espera do duelo de hoje, na Arena Corinthians. “A equipe do Vitória é perigosa, com um trio ofensivo de muita mobilidade e velocidade. Claro que não termos tomado gol lá (em Salvador) ajuda-nos a sair mais para o jogo em nossa casa, mas é preciso ter cautela, fazer triangulações e saber a hora certa para atacar”, explicou.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar