Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Sesc recebe oficina sobre Artes do Corpo e Perfomance

Publicada em 08/05/2018 às 18:29
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
O projeto Coletivações, do Sesc Sorocaba, realiza a oficina “Artes do Corpo e Performance”, entre hoje (9) e 1º de junho, sempre às quartas e sextas-feiras, às 19h30. Os encontros serão ministrados pela professora dra. Cleide Riva Campelo, idealizadora do grupo Tutu Marambá. A atividade é gratuita e indicada para pessoas acima de 16 anos. Os interessados devem se inscrever na Central de Atendimento da Unidade, no Jardim Faculdade, ou pelo portal sescsp.org.br/sorocaba. A classificação etária é 16 anos e as vagas são limitadas.
 
A oficina será focada nos métodos e processos desenvolvidos pelo grupo Tutu Marambá – Pesquisas das Artes do Corpo, idealizado por Cleide Campelo, doutora em Comunicação Semiótica pela Puc-SP. Serão oito encontros onde os participantes explorarão o corpo sob as perspectivas biológica, artística e cultural, em ações teóricas e práticas, buscando um entendimento da performance como linguagem.
 
PERFOMANCE E RODA DE CONVERSA - No dia 1º de junho, sexta-feira, às 20 horas, em diversos espaços do Sesc local, haverá a apresentação da intervenção “Atravessando Ecos”, onde os performers colocarão em prática tudo o que foi vivido e pesquisado durante a oficina. A ação performativa transitará também pelas instalações "O corpo no casulo" e "Passaredo e Passarela. Tempo Canoro: E a memória dança!". Já no dia 2, sábado, às 16 horas, acontece a roda de conversa “A Razão e a Desrazão do Corpo: Propostas para uma Estética Corporal”, com Marlui Miranda, Roberto Gambini e integrantes do grupo Tutu Marambá, objetivando dar voz às múltiplas vozes que compõem a racionalidade corporal entre as pessoas hoje, fechando esta segunda década do século 21.
 
Criado em 2008 a partir de uma oficina na então Oficina Cultural Regional “Grande Otelo”, pela coordenadora Cleide Campelo, o grupo Tutu-Marambá - Pesquisas das Artes do Corpo tem trabalhado ativa e semanalmente, desde então, em torno de alguns eixos fundamentais de sua pesquisa, como o corpo no vórtice da biologia e da cultura, as artes e suas linguagens, a cultura, a mídia, a tecnologia, os mitos ancestrais e os contemporâneos, os sonhos do corpo e o espaço e o tempo do corpo e da cultura. 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar