Segunda-Feira, 24 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA O Futuro Perfeito abre Circuito Indie Festival 2018

Publicada em 03/05/2018 às 18:41
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
“O Futuro Perfeito”, produção argentina de 2016, abre nesta sexta-feira (4), no Sesc Sorocaba, a exibição de filmes do Circuito Indie Festival´2018, que acontece durante este mês de maio. A seleção é de filmes de diferentes países, temáticas e estéticas, que foram exibidos no Indie Festival´2017. Trata-se, como explicam os curadores locais da Mostra, de uma circulação do Cinema independente contemporâneo mundial. Todas as exibições serão sempre às 19 horas e são gratuitas. Os interessados devem retirar os ingressos uma hora antes de cada sessão, na Central de Atendimento da Unidade, à rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade.
 
O filme que abre o Circuito hoje à noite tem direção de Nele Wohlatz e 65 minutos de duração. “O Futuro Perfeito” conta a história de Xiaobin, de 17 anos de idade, que visita sua família na Argentina sem saber espanhol. Após alguns dias, ela ganha o nome de Beatriz e um trabalho num mercado chinês. Sua família vive isolada dos argentinos e da vida local. Mas ela vai aprender a língua e conhecer e se relacionar com o indiano Vijay. E, quanto mais ela aprende a nova língua, mais ela pode modificar sua realidade. O filme ganhou o Prêmio de Melhor Primeiro Filme no Festival de Locarno´2016 e é livre para todos os públicos.
 
A PROGRAMAÇÃO – A programação do Circuito Indie Festival´2018, no Sesc Sorocaba, segue no do dia 8, terça-feira, com o filme “Jovem mulher” (direção de Léonor Serraille. França. 2017, 97 minutos). No dia 11, sexta-feira, a exibição é de “O dia mais feliz da vida de Olli Mäki” (direção de Juho Kuosmanen, Finlândia/Alemanha/Suécia. 2016, 96 minutos); dia 15, terça-feira, “A Vida Após a Vida” (direção de Zhang Hanyi. China. 2016, 80 minutos); dia 18, sexta-feira, “A Bela da Tarde” (direção de Luis Buñuel. França. 1967, 100 minutos); dia 22, terça-feira, o longa “Colo” (direção de Teresa Villaverde. Portugal/França. 2017, 136 minutos); dia 25, sexta-feira, “Mulholland Drive: Cidade dos Sonhos” (direção de David Lynch. EUA, 2001, 147 minutos); e encerrando a Mostra no dia 29, terça-feira, “Na praia à noite sozinha” (direção de Hong Sang-soo. Coréia do Sul, 2017, 101 minutos). Nesta história, após se relacionar com um homem casado, a famosa atriz coreana Younghee resolve viajar para a Alemanha. Lá, conversando com uma amiga, ela se pergunta se o amante sente sua falta ou se virá atrás dela. Ao retornar à Coréia, reencontra alguns velhos amigos. Já meio bêbados, eles ficam fora de controle, revelando descobertas e verdades. O filme ganhou o prêmio Urso de Prata de Melhor Atriz para Kim Minhee no Festival de Berlim em 2017 e não é recomendado para menores de 14 anos.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar