Terça-Feira, 23 de Outubro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Grupo de Choro homenageia centenário de Jacob do Bandolim

Publicada em 12/04/2018 às 18:54
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
O Grupo de Choro da Fundec, criado há 18 anos, fará apresentará especial na noite desta sexta-feira (13), comemorando o centenário de nascimento de Jacob Pick Bittencourt, o Jacob do Bandolim, como é carinhosamente conhecido. Será às 20 horas, na própria Sala Fundec, à rua Brigadeiro Tobias, 73, no Centro. 
 
Compositor, bandolinista, radialista e grande pesquisador de música, em especial o choro, Jacob do Bandolim nasceu em 14 de fevereiro de 1918 e faleceu no dia 13 de agosto de 1969. Foi um dos grandes responsáveis pela presença constante do bandolim no cenário musical brasileiro. Por suas mãos, o bandolim passou de posição de mero acompanhamento para a categoria de solista. Com uma maneira própria de tocar o instrumento, desde o manuseio da palheta até o estilo de composição e interpretação, mostrou qualidade de instrumentista e entrega à música popular, em particular ao chorinho.
 
“Quem nunca ouviu `Brasileirinho´, `Tico-tico no fubá´ ou `Noites Cariocas´? Quem nunca cantarolou `Meu coração, não sei porque, bate feliz quando te vê´? Quem não passou perto de um bar ou foi a uma festa onde ouviu violão, cavaquinho, flauta, pandeiro, clarinete ou bandolim? Se você já ouviu esse som, deve saber o seu nome: choro. Mas se não sabe como ele surgiu, então é hora de mergulhar na história do nosso gênero musical mais brasileiro”, comenta o músico flautista Renato Antônio. Além dele, integram o Grupo de Chora da Fundec os músicos Leonardo Batista, violão; Luciana Silva, clarinete; Giulia Miglioranza; percussão, e Gilmar de Campos, cavaquinho. Do repertório, o público poderá ouvir as músicas “Chorinho de Gafieira” – Astor Silva; “Doce de coco” e “Vibrações” – Jacob do Bandolim; “Murmurando” – Fon Fon; “Constantemente a chorar” – Antenor Martins Oliveira; “Marocas” – Joaquim Calado; “Proezas de Sólon” e “Naquele Tempo” – Pixinguinha e Benedito Lacerda; “Rosa” – Otávio de Souza e Pixinguinha; “Migalhas de Amor” – Jacob do Bandolim; “Chorando Baixinho” – Severino Araujo; “Alguém que passou” – Waldir Azevedo; “Carinhoso” – Pixinguinha e João de Barro; e “Na Glória” - Astor Silva.
 
SERVIÇO – Os ingressos para esta apresentação do Grupo de Choro da Fundec custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia-entrada), à venda a partir das 8h30 na Fundec. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar