Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Nhanderuvuçu – O menino trovão estreia no Sesc

Publicada em 06/04/2018 às 17:02
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
O mito Guarani da criação é o tema de "Nhanderuvuçu – O menino trovão”, que o Grupo Manuí estreia no palco do Sesc Sorocaba, no Jardim Faculdade, neste sábado (8), às 16 horas. O espetáculo conta a saga de Nhanderuvuçu, o primeiro ser humano feito por Tupã, o Criador, em um tempo “nem antigo e nem passado porque nem o tempo existia”. Nascido a partir do sonho de Tupã, o menino trovão era muito leve e não conseguia ficar na Terra e recebe do Criador a orientação para ir até as quatro direções sagradas, onde encontra os nandejaras, professores que o ensinam a viver na terra e, por fim, ajudar Tupã na criação de todas as coisas que existem. 
 
 A apresentação comemora os 16 anos de existência do Grupo Manuí e faz parte da programação especial “Povos Sagrados”, que o Sesc local realiza em abril. No palco, a história do menino trovão ganha vida por meio da combinação da encenação e narração de história, sonoplastia e cantos indígenas executados ao vivo, teatro de sombras e projeção de vídeocenários, que dialogam durante todo o espetáculo e transmitem ao público toda a emoção da jornada de Nhanderuvuçu ao encontrar os nandejaras, encantando crianças e adultos.
 
O espetáculo é uma adaptação do livro “A voz do trovão”, do escritor Kaká Werá, inspirada na mitologia milenar do povo Guarani. Kaká visitou diversas aldeias Guarani no Brasil e no Paraguai onde ainda é utilizada a arte de contar histórias sagradas para a transmissão dos saberes e valores. A intenção do Grupo Manuí é contribuir para que o teatro infanto-juvenil brasileiro possa difundir esta cosmovisão milenar nativa que, apesar de revelar traços profundos da identidade cultural brasileira, é pouco divulgada em formações educacionais e produções artísticas.
 
SERVIÇO - Os ingressos custam R$ 5,00 para credenciados no Sesc e dependentes (credencial plena), R$ 8,50 para aposentados, pessoas com mais de 60 anos ou com deficiência, estudantes e servidores da escola pública com comprovante e R$ 17,00, inteira. Grátis para crianças até 12 anos.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar