Segunda-Feira, 15 de Outubro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Vila Assis retoma a tradição da Paixão de Cristo

Publicada em 29/03/2018 às 16:47
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A tradicional encenação da Paixão de Cristo volta a acontecer na noite desta Sexta-Feira Santa pelas ruas de Vila Assis, depois de alguns anos sem ser realizada, dramatizando as últimas horas da convivência fraterna de Jesus com seus discípulos e sua via dolorosa rumo à crucificação no Calvário. O espetáculo, gratuito, começa às 19h30 junto ao palco do Parque dos Espanhóis, na rua Campos Salles, onde ocorrem as primeiras cenas, incluindo a Santa Ceia, a agonia de Jesus e sua apresentação ao Tribunal de Pôncio Pilatos e condenação à morte. Depois, será itinerante, com percurso pelas ruas de Vila Assis com a crucificação, morte, descimento da Cruz e ressurreição do Senhor novamente no Parque dos Espanhóis. 
 
O evento, depois de décadas de sucesso e tradição, deixou de acontecer nos últimos anos por falta da destinação de recursos e apoio por parte da Prefeitura. Este ano, porém, está sendo retomado, mesmo se em novo formato, mais modesto inclusive, todavia com apoio estrutural da própria Administração Municipal, via Secretaria de Cultura e Turismo. A coordenação é da Associação dos Moradores da Vila Colorau, constituída, aliás, de alguns antigos integrantes do núcleo central organizativo da Via-Sacra de Vila Assis que tomaram sobre si a responsabilidade de trazer de volta a tradicional encenação. 
 
Com um elenco de 120 pessoas voluntárias, incluindo alguns artistas ligados ao teatro amador da cidade, a montagem a ser mostrada esta noite tem a assinatura do diretor teatral sorocabano Hamilton Sbrana, com sua bagagem de eventos grandiosos, como foram as sete edições da “Cantata de Natal” na antiga Estação Ferroviária. Sbrana contou ontem ao DIÁRIO que “aceitei o convite da Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura porque a cidade e região têm o interesse de manter viva essa tradição cultural-religiosa que já chegou a receber 25 mil pessoas de público”. “Esse espetáculo itinerante – prosseguiu Sbrana, com base em sua veia de profundo conhecedor da história do teatro - tem suas raízes na Idade Média, quando era proibido toda e qualquer manifestação teatral, tidas como hereges e pagãs. Assim, a encenação do martírio e crucificação de Jesus e a representação da vida dos Santos eram as únicas formas teatrais autorizadas a serem legalmente realizadas nessa época em que a Monarquia e a Igreja governavam tudo com poder absoluto”.
 
INFRA-ESTRUTURA – Para a volta da encenação da Paixão de Cristo em Vila Assis na noite de hoje a Prefeitura irá oferecer estrutura necessária à concretização do evento inclusive, como a permissão de uso do Parque dos Espanhóis, o som, a iluminação e o apoio da Guarda Civil Municipal e de agentes da Urbes - Trânsito e Transportes.  O evento terá ainda algumas atividades culturais paralelas no próprio Parque também, iniciando-se às 16 e indo até às 19h30, quando inicia-se a apresentação do espetáculo da Paixão propriamente. 
 
A equipe organizadora é liderada pelo empresário Alexandro Giovani e outros vinte colaboradores que lutaram para que o retorno do evento acontecesse. São participantes com vínculo afetivo por fazer a Via-Sacra de Vila Assis parte da história de vida de cada um deles. “Há o desejo em cada um desses voluntários e da comunidade do entorno que essa tradição não se quebre mais, pois arte e fé alimentam a alma do nosso sofrido povo”, arremata o secretário municipal de Cultura e Turismo, Werinton Kermes.
 
Mesmo o evento sendo aberto ao público, a organização do espetáculo solicita a doação de um litro de leite, que será revertido à Associação dos Pacientes Doadores e Transplantados Renais de Sorocaba e Região (Transdoreso).
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar