Domingo, 16 de Junho de 2019

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Restauração de locomotiva está sendo concluída

Publicada em 28/03/2018 às 22:57
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A Sorocabana - Movimento de Preservação Ferroviária está concluindo em 40 dias a recuperação de uma das locomotivas diesel-mecânicas mais antigas do País, a Whitcomb 15DM4 3036 da Estrada de Ferro Sorocabana (EFS), fabricada em 1942. O trabalho está sendo executado desde junho do ano passado por voluntários da entidade, com patrocínio da Schaeffler Brasil . Restaurado, o equipamento será apresentado à população no final de abril, mês em que se comemora o Dia do Ferroviário.
 
O equipamento pertence ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), órgão federal responsável pelo patrimônio da antiga Fepasa, e foi cedido à entidade em 2017 para que esta o empregasse em ações culturais relacionadas à cultura e preservação ferroviária. Além de exposta na Estação Paula Souza, sede do futuro Centro de Memória Ferroviária, a máquina será integrada ao Trem Turístico-Cultural Sorocaba a Votorantim (Trem dos Operários), servindo como equipamento de apoio à operação turística da Locomotiva a Vapor 58.
 
Até agora, foram realizados trabalhos mecânicos de manutenção do motor Detroit diesel, reparação de juntas, troca de retentores, consertos de vazamentos, limpeza do tanque de combustível e revisão de sistemas elétricos. No momento, os voluntários executam a pintura externa do equipamento nas cores da antiga EFS. A locomotiva foi construída pela Whitcomb Locomotive Company em Illinois, Estados Unidos, destinada às ferrovias de obras civis da Tennessee Valley Authority. Importada pela EFS em 1956, ficou sediada por décadas na Oficina de Solda de Trilhos de Iperó, até ser transferida para Sorocaba na década de 90.
 
TREM TURÍSTICO - O prefeito de Iperó, Vanderlei Polizeli, assinou na tarde de terça-feira (27), por outro lado, um acordo de cooperação técnica com a Associação Movimento de Preservação Ferroviária do Trecho Sorocabana. O objetivo é fomentar a preservação ferroviária também entre Iperó e Sorocaba, com a implantação de um Centro de Memória Ferroviária igualmente na antiga estação ferroviária iperoense e o aproveitamento dos materiais ferroviários inservíveis existentes no Município no trem turístico entre Sorocaba e Votorantim. Na presença dos representantes da Associação, Eric Mantuan Cézar de Camargo e Abílio Daniel Teles de Medeiros, ficou ainda acordada a realização de campanha direcionada à população, para criar o acervo do Centro de Memória Ferroviária de Iperó, que contará com doações de peças ferroviárias, coleta de depoimentos e reprodução de imagens relacionadas à ferrovia.
 
Durante o encontro, foi abordado ainda sobre possível trem turístico interligando Iperó a Sorocaba, passando pela Floresta Nacional de Ipanema (Flona). As discussões sobre o tema foram retomadas no segundo semestre do ano passado, entre representantes de Iperó, de Sorocaba e da Flona. O próximo passo é o desenvolvimento do Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica (EVTE).
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar