Segunda-Feira, 23 de Abril de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< ESPORTE Seleção supera donos da casa Em amistoso em Moscou, Brasil vence Rússia por 3 a 0

Publicada em 23/03/2018 às 18:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A Copa do Mundo está cada vez mais próxima. Nesta sexta-feira (23), a Seleção Brasileira encarou a Rússia, em Moscou, e venceu o amistoso com os anfitriões por 3 a 0. Dominante no primeiro tempo, o Brasil deslanchou no segundo tempo e superou os russos. Os gols foram marcados por Miranda, Coutinho e Paulinho.
 
Com amplo domínio das ações, a Seleção iniciou a partida impondo o ritmo do jogo. Logo aos três minutos, o Brasil criou a primeira oportunidade e ficou muito perto de abrir o marcador com Gabriel Jesus. O camisa 9 recebeu lançamento de Daniel Alves, dominou e finalizou nas pernas do goleiro Akinfeev.
 
Diante de um adversário retraído, que apostou nos contra-ataques, a Canarinho tentou envolver os russos com toque de bola e infiltrações, mas o gol não saiu na primeira etapa. Na reta final, os russos tentaram sair para o ataque, arriscaram de fora da área, mas o goleiro Alisson mostrou-se seguro e manteve o zero no placar.
 
No segundo tempo, o Brasil repetiu o bom início de jogo e foi para cima da Rússia. Aos dois minutos, Douglas Costa desceu em velocidade pela esquerda, virou para Willian, que ajeitou para Paulinho pegar de primeira como elemento surpresa. Novamente com os pés, Akinfeev salvou os russos. 
 
Aos seis, Willian finalizou cruzado, a bola desvio na zaga e explodiu no rosto do goleiro. Na sequência, após cruzamento na área, Miranda conferiu para o fundo das redes depois da cabeçada de Thiago Silva e defesa de Akinfeev, 1 a 0. Aproveitando o bom momento, a equipe brasileira não diminuiu o ritmo e, aos 14, Paulinho foi derrubado na área. 
 
Coutinho cobrou pênalti com categoria e ampliou, 2 a 0. Com um futebol envolvente, não demorou muito para o Brasil marcar o terceiro. Paulinho apareceu como elemento surpresa na pequena área e, de cabeça, completou o cruzamento de Willian, 3 a 0. A Rússia teve a chance de descontar, aos 31, mas Thiago Silva salvou em cima de linha.
 
O próximo desafio da equipe comandada por Tite será a Alemanha em Berlim. O confronto está marcado para terça-feira (27), às 15h45 (horário de Brasília), no Olympiastadion.
 
 
Comandante aprova atuação em Moscou 
 
Em entrevista coletiva após a partida, Tite disse ter gostado do que viu na vitória sobre a Rússia, por 3 a 0. Ele mencionou as atuações individuais de Douglas Costa, Gabriel Jesus, Firmino e as finalizações da Seleção Brasileira, que, nas estatísticas do treinador, foram 24, 13 delas na direção do gol. 
 
Para o treinador, o ponto forte foi o desempenho de Philippe Coutinho em função mais centralizada no meio-campo. Na Seleção, o jogador vinha recebendo mais chances pelo lado direito do ataque. Nesta sexta-feira, no entanto, o meia do Barcelona atuou mais pela faixa central, atrás de Gabriel Jesus, com Willian e Douglas Costa nos lados.
 
O comandante admitiu que Coutinho demorou a engrenar na função, mas julgou normal que o desempenho só tenha crescido no segundo tempo. “No caso de jogadores que não executam a mesma função, é preciso 20, 30 minutos para ficar com naturalidade. Esse foi o caso do Coutinho por dentro. No segundo tempo, ele deslanchou.” 
 
Tite também ficou satisfeito com o comportamento da Seleção diante de uma linha de cinco defensores. Ele já havia declarado repetidas vezes que este era um desafio que esperava colocar para seus jogadores. “Estou feliz, porque nossa equipe manteve um nível de concentração alto, com triangulações e inversões, e isso contra uma linha de cinco.” 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar