Quarta-Feira, 15 de Agosto de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< POLÍCIA Sorocaba mais uma vez na rota dos ladrões de Rolex Operação interestadual em território paulista foi centralizada junto ao 3º DP de Sorocaba, no bairro do Campolim

Publicada em 08/03/2018 às 18:45
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
POLÍCIA
 
Uma grande operação policial para combater perigosas quadrilhas de ladrões de relógios Rolex foi baseada em Sorocaba nesta quinta-feira (8). As ações começaram no Estado do Paraná e policiais sorocabanos deram apoio a elas. A Justiça paranaense expediu 15 mandados para serem cumpridos nas cidades de Taboão da Serra, São Paulo e Embu, além de Curitiba.
 
A base escolhida foi o 3º Distrito Policial de Sorocaba, localizado no Parque Campolim e onde se concentraram quase 40 agentes na frente da unidade no período da manhã. A movimentação chamou a atenção das pessoas que passavam pelo local. Podiam ser vistos carros oficiais da Polícia Ambiental e COPE (Centro de Operações Policiais Especiais) do Paraná, pertencente à Polícia Civil. Havia viaturas também do Garra (Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos). Os presos foram todos trazidos para o DP do Campolim, onde foram feitos os registros dos flagrantes. Duas motos foram apreendidas e, pelo menos, oito criminosos da quadrilha foram encontrados e presos.
 
Há vitimas de Sorocaba e até do Rio de Janeiro. Um suspeito de ter participado de um dos crimes teria sido preso em Sorocaba também. O grupo chegava a roubar relógios avaliados em R$ 70 mil. O número de pessoas presas não foi divulgado, mas as investigações sobre a quadrilha continuam a ser feitas pela Polícia paranaense.
 
ROTA DE ROLEX - Não é a primeira vez que Sorocaba se vê envolvida na questão de ladrões de Rolex. Em junho do ano passado, a Delegacia Seccional de Polícia local até liberou a imagem de câmera de vídeo que mostra um empresário sendo assaltado em um estacionamento de supermercado da cidade e tendo seu Rolex roubado. Em outro crime, um dos bandidos agiu em frente a uma escola.
 
Os relógios da marca Rolex têm diversos pontos de receptação dentro de São Paulo e em outros estados. A Polícia Civil prendeu cinco ladrões no dia 8 de junho de 2017, também na cidade de Taboão da Serra. Alguns dias depois, foram presos mais quatro bandidos em Santa Catarina. A quadrilha realizou, pelo menos, oito roubos entre o fim de abril e o mês de maio do ano passado em áreas nobres de Sorocaba. O grupo também agia em bairros nobres de São Paulo, Rio de Janeiro e em Santa Catarina. Eles teriam roubado, ao menos, dois relógios por dia.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar