Sexta-Feira, 21 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE Parque do Matão registra 30 macacos mortos Em cinco deles, a análise apontou febre amarela silvestre

Publicada em 09/02/2018 às 18:10
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto:Arquivo/DS)
FEBRE AMARELA
 
Mais dez macacos bugios foram encontrados mortos desde a sexta-feira, 2 de fevereiro,, no Parque do Matão, na cidade de Votorantim. Com isso, subiu para 30 o número de macacos mortos no Município. De acordo com a Secretaria da Saúde local, de cinco dos macacos mortos os laudos do Instituto Adolfo Lutz já retornaram oficialmente à Prefeitura, confirmando a morte pelo vírus da febre amarela silvestre.
 
De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde, esse número está já era esperado, tendo em vista que os macacos vivem livremente no Parque e o vírus foi detectado no local. Para a Vigilância, o número de primatas mortos independe, porém, para o desencadeamento das ações de imunização que estão em andamento desde o dia 12 de janeiro em Votorantim, seguindo os critérios da Secretaria de Estado da Saúde. Até quinta-feira (25), mais de 30 mil doses da vacina contra a febre amarela foram aplicadas no Município.
 
A Secretaria da Saúde da Prefeitura encaminha o boletim semanal às sextas-feiras, atualizando o quadro epidemiológico em relação aos primatas que estão sendo encontrados mortos no Parque do Matão. O local segue fechado para visitação pública.
 
De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses, dos dez últimos macacos mortos, um foi encontrado na tarde de sexta-feira (2), um no sábado (3), seis na segunda (5) e dois na terça-feira (6). Votorantim, contudo, não registra caso de febre amarela em humanos, nem suspeitos em andamento. 
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar