Quinta-Feira, 13 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE Mais de 19 mil são vacinados em Aparecidinha

Publicada em 13/01/2018 às 21:23
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

A ação preventiva contra a febre amarela na região de Aparecidinha foi encerrada neste sábado (13) e, nos seis dias de vacinação, 19.720 pessoas foram imunizadas. Só no Dia D, o bairro contou com serviço em três locais e teve 4.126 vacinações. A iniciativa ocorre por orientação da Secretaria de Estado da Saúde, que preconiza medidas estratégicas de imunização em determinadas regiões. 
 
Sorocaba não é considerada área de recomendação da vacina e não possui até o momento caso confirmado de febre amarela em humanos nem registros de óbitos em macacos. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, haverá ampliação das ações em Sorocaba de forma gradativa, conforme necessidade e envio de doses do Estado.
 
Desde o dia 5 de abril de 2017, o Ministério da Saúde passou a adotar dose única da vacina contra a febre amarela para as áreas com recomendação de vacinação em todo o País. A medida está de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde. A vacina não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e imunodeprimidos.
 
Área rural de Brigadeiro Tobias e Bairro dos Morros
 
Moradores do Bairro dos Morros e da área rural de Brigadeiro Tobias receberão a partir de segunda-feira (15) a ação preventiva contra a febre amarela. Desta vez, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) não vacinarão. O atendimento será através de equipes volantes e visitas casa a casa até sexta-feira (19), das 7 às 16h30. O objetivo é que apenas moradores destes bairros sejam imunizados. De acordo com a pasta, Brigadeiro Tobias já recebeu a ação, mas ainda possui moradores de áreas rurais que não estão imunizados. Por conta disso, postos volantes e as visitas nas casas ficarão responsáveis para essa imunização.
 
“É importante destacar que, no caso do Bairros dos Morros, que fica na região da Vila Sabiá, apenas os moradores deste bairro receberão a vacinação, pois se trata de uma área próxima dos corredores ecológicos, que é o caminho provável que o vírus pode percorrer”, salienta a Secretaria Municipal de Saúde.
 
Para ser vacinado nos postos volantes, o morador dessa localidade precisará apresentar o documento de identidade com foto e comprovante de residência. Aos trabalhadores, será exigido documento de identidade com foto e um dos seguintes documentos: carteira de trabalho, holerite, declaração da empresa, crachá da empresa ou outro documento que comprove o vínculo empregatício nessa região.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar