Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SAÚDE Ação preventiva contra febre amarela exigirá comprovante de residência ou trabalho

Publicada em 12/01/2018 às 20:07
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Por conta da crescente procura pela vacina da febre amarela por usuários de outras localidades, inclusive de outros municípios, a Secretaria de Saúde, a partir deste sábado (13), em Aparecidinha, exigirá comprovação de moradia ou trabalho nas ações preventivas. 
 
De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, nas regiões que recebem as ações preventivas orientadas pela Secretaria do Estado, como é o caso de Aparecidinha, só devem ser vacinados moradores ou trabalhadores dessa região.
 
Para ser vacinado, o morador dessa localidade precisará apresentar o documento de identidade com foto e comprovante de residência. Aos trabalhadores, será exigido documento de identidade com foto e um dos seguintes documentos: carteira de trabalho, holerite, declaração da empresa, crachá da empresa ou outro documento que comprove o vínculo empregatício nessa região.
 
Bairro dos Morros e Brigadeiro Tobias
 
Moradores do Bairro dos Morros e da área rural de Brigadeiro Tobias receberão a partir de segunda-feira (15) a ação preventiva contra a febre amarela. Desta vez, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) não vacinarão. O atendimento será realizado através de equipes volantes e visitas casa a casa até sexta-feira (19), das 7h às 16h30. O objetivo é que apenas moradores destes bairros sejam imunizados.
 
De acordo com a SES, Brigadeiro Tobias já recebeu a ação, mas ainda possui moradores de áreas rurais que não estão imunizados. Por conta disso, postos volantes e visitas casa a casa ficarão responsáveis sobre essa imunização.
 
É importante destacar que no caso do Bairros dos Morros, que fica na região da Vila Sabiá, apenas os moradores deste bairro receberão a vacinação, pois se trata de uma área próxima dos corredores ecológicos, que é o caminho provável que o vírus pode percorrer.
 
Para ser vacinado nos postos volantes, o morador dessa localidade precisará apresentar o documento de identidade com foto e comprovante de residência. Aos trabalhadores, será exigido documento de identidade com foto e um dos seguintes documentos: carteira de trabalho, holerite, declaração da empresa, crachá da empresa ou outro documento que comprove o vínculo empregatício nessa região.
 
A iniciativa da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Saúde, é orientada pela Secretaria de Estado da Saúde, através do Grupo Regional de Vigilância Epidemiológica (GVE 31). As áreas que receberão ações preventivas são determinadas pelo Estado. De acordo com a SES, haverá ampliação das ações em Sorocaba de forma gradativa, conforme necessidade e envio de doses do Estado.
 
Sorocaba não é considerada área de recomendação da vacina e não possui até o momento nenhum caso confirmado de febre amarela em humanos e nem registros de óbitos em macacos. Desde o dia 5 de abril de 2017, o Ministério da Saúde passou a adotar dose única da vacina contra a febre amarela para as áreas com recomendação de vacinação em todo o país. A medida está de acordo com orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS). A vacina não é indicada para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses e imunodeprimidos.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar