Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< BRASIL Vale Europeu: vários roteiros e um destino encantador A herança cultural dos colonizadores alemães, italianos, austríacos, poloneses e portugueses é a grande marca dessa região catarinense

Publicada em 04/01/2018 às 19:17
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Famoso por sediar grandes festas alemães, italianas e portuguesas, entre outras originárias da Europa, inclusive a maior festa alemã das Américas - a Oktoberfest de Blumenau - o Vale Europeu, em Santa Catarina, possui muitas outras atrações: da arquitetura típica à culinária, passando pelos roteiros de compras, as celebrações religiosas, o ecoturismo e turismo rural. São roteiros que podem ser percorridos a pé, de trem ou de bicicleta, além de carro. Aproveite o verão para traçar seu destino e viaje pela cultura europeia do Vale do Itajaí.
 
No Vale Europeu tudo remete ao velho continente. A arquitetura, os costumes, a gastronomia e até os dialetos que se ouve remetem aos colonizadores europeus. Em Blumenau, Pomerode, Brusque e Gaspar, a herança cultural alemã é predominante. Já em São João Batista, Rodeio e Nova Trento destaca-se a colonização italiana. Em quase todos os 49 municípios da região há festas que celebram as tradições dos imigrantes.
 
O turismo de compras é outra atividade marcante do Vale do Itajaí. Blumenau é o maior exemplo de destino que alia grandes eventos e atividades comerciais ao turismo cultural, religioso, de natureza e aventura. Os morros, vales, rios, cascatas e cachoeiras do Vale Europeu são um convite permanente para a prática de trekking, rapel, cascading, canionismo, mountain biking, voo livre e parapente.
 
Caminhar pelas estradas para descobrir as belezas naturais e a vida no campo é um dos prazeres de quem desbrava o Vale Europeu a pé. São 200 quilômetros de muita natureza, paz e harmonia, com paisagens e cenários que lembram as cidades da Europa. Um roteiro composto por nove municípios da região também pode ser explorado de bicicleta. Aliás, pedalar pelas trilhas e estradas que interligam as cidades do Vale Europeu, outra herança dos imigrantes, é um dos passeios mais prazerosos de Santa Catarina. São 300 quilômetros de ciclovias e sete dias de pedaladas pernoitando cada dia em um local diferente. Em vários pontos, a paisagem é entrecortada por rios e cascatas. Rio dos Cedros faz parte do roteiro e chama a atenção com seus belos lagos cercados de montanhas.
 
As propriedades rurais de 12 municípios do Vale Europeu abrem as portas para receber os visitantes e oferecem hospedagem, atividades de lazer, pescarias, cavalgadas e trilhas, além de uma mesa farta de café colonial, produtos orgânicos e caseiros. As paisagens incluem casas de estilo enxaimel, moinhos, rodas-d’água, capelas e engenhos.
 
O Vale Europeu também oferece um roteiro religioso que passa pelos santuários, igrejas, capelas, oratórios e grutas da região. Em Nova Trento são mais de 30 instituições ligadas à fé católica. O Santuário Santa Paulina é dedicado à primeira santa brasileira. O Vale Europeu conta, ainda, com templos luteranos em Blumenau, Aurora, Presidente Nereu e Ibirama, além de uma igreja ucraniana, no município de Santa Terezinha.
 
TREM TURÍSTICO - O passeio turístico, histórico e cultural de trem pelo Vale Europeu começa na estação Subida, distrito de Apiúna. No trajeto, os visitantes são contemplados com um túnel de 68 metros, um viaduto de pedra com dois arcos em estilo romano e 12 metros de altura, e uma passagem superior também em estilo romano. Em seguida, a Maria Fumaça atravessa um profundo corte de 170 m de extensão. A ferrovia passa por um trecho preservado de Mata Atlântica até a Usina Hidrelétrica Salto Pilão. Durante o passeio histórico, os passageiros ainda são contemplados com a paisagem do Rio Itajaí-Açú e suas corredeiras. (Ministério do Turismo)
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar