Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA 2018 começa sob as bênçãos da Santa Na Santa Casa, enfermos ali internados emocionam-se ao receber a visita da veneranda imagem da Senhora Aparecida

Publicada em 02/01/2018 às 18:07
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Hilenair Medeiros)
Mais um ano começou para os sorocabanos na segunda-feira, 1º de janeiro de 2018, sob as bênçãos e proteção filial de Nossa Senhora Aparecida, a excelsa Rainha e Padroeira do Brasil, com nova edição da secular romaria que na manhã de Ano Novo traz a veneranda imagem da Santa de seu histórico Santuário Arquidiocesano, no bairro de Aparecidinha, para a igreja da Catedral Metropolitana, no centro urbano de Sorocaba, onde habitualmente permanece nos seis primeiros meses. No segundo domingo de julho, este ano dia 8, novamente será reconduzida a seu Santuário de origem pelos devotos romeiros.
 
Milhares de pessoas voltaram neste alvorecer de 2018 a acompanhar, assim, o traslado da Santa pelo trajeto muitas vezes íngreme de mais de 17 quilômetros que separa Aparecidinha do Centro da cidade. Num espetáculo de fé impressionante que se repete e perpetua na História a cada no, transmitido de geração a geração. Desde a missa de despedida da imagenzinha de Nossa Senhora Aparecida, primeira cópia daquela achada pelos pescadores 300 anos atrás nas águas do rio Paraíba do Sul, e trazida para cá ainda no século XVIII por tropeiros procedentes das Minas Gerais, celebrada no Santuário Novo de Aparecidinha às 5 horas da madrugada até a missa de ação de graças e em honra de Santa Maria Mãe de Deus à chegada dos romeiros à igreja da Catedral, na praça Cel. Fernando Prestes, por volta das 11 horas, ambas este ano oficiadas sob a presidência do novo arcebispo metropolitano de Sorocaba, dom Julio Endi Akamine, SAC.
 
Dom Julio Akamine aliás, como já fizera em julho passado quando do primeiro retorno da Santa ao Santuário de Aparecidinha sob o seu episcopado, também veio caminhando em meio aos devotos pela estrada velha que interliga o bairro histórico ao centro urbano como simples romeiro de Nossa Senhora. Depois da primeira parada junto à igreja matriz de Santo Antônio, nos altos da avenida São Paulo, no bairro da Árvore Grande, o Arcebispo percorreu, em outro momento de grande comoção e fé, os quartos e enfermarias da Santa Casa de Misericórdia, levando a imagem da Santa a abençoar os enfermos ali internados na passagem de ano, acompanhado de outros sacerdotes, entre os quais o padre Flávio Jorge Miguel Júnior, reitor do Santuário Arquidiocesano de São Judas Tadeu, do bairro do Central Parque, e presidente desde meados do ano passado da Irmandade que administra a Santa Casa local, com a responsabilidade de devolver ao hospital sua credibilidade como instituição filantrópica.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar