Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< POLÍCIA Mistério cerca drama de menina que ficou sem a mãe no Natal Corpo de jovem encontrado na represa de Itupararanga foi sepultado ontem; filha da vítima continua em abrigo. Polícia Civil investiga

Publicada em 26/12/2017 às 18:25
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

O corpo de Juliana Jovino, 24 anos, jovem encontrada morta na represa de Itupararanga no dia de Natal, foi velado e sepultado em Sorocaba, no Cemitério Santo Antônio, na região do Wanell Ville, na Zona Oeste, nesta terça-feira (26). A filha de Juliana, encontrada apenas de fraldas e abraçada a uma árvore no Jardim Novo Eldorado, segue em um abrigo estipulado pelo Conselho Tutelar, à disposição da Vara da Infância e da Juventude da Comarca.
 
Juliana e a filha foram vistas pela última vez na tarde de domingo (24), dentro do carro do suposto namorado da jovem. Elas apenas iriam para a casa de uma amiga no Jardim Itanguá. No dia seguinte, a criança foi encontrada e recolhida após acionamento da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal por populares que a socorreram. O Conselho Tutelar encaminhou a criança ao Plantão Policial da Zona Norte e os familiares foram identificados após mobilização nas redes sociais, uma vez que a menina não conseguia se comunicar. 
 
Algumas horas depois, o corpo de Juliana foi encontrado na represa de Itupararanga, sem marcas de agressão. Os familiares da vítima já foram ouvidos; a criança apenas lhes será entregue por ordem judicial. A Polícia Civil de Votorantim deve investigar o rapaz e intimá-lo a depor na delegacia ainda esta semana.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar