Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Blitz da Fumaça Preta notifica 7 caminhões a diesel

Publicada em 28/11/2017 às 19:23
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A Secretaria do Meio Ambiente e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), em parceria com a Polícia Militar fez mais uma Operação de Controle de Fumaça Diesel nesta terça-feira (28), das 9h30 às 14h30, na Avenida Independência, próximo à Base da Polícia Militar, no bairro do Éden. A fiscalização teve como meta caminhões a diesel e fiscalizou 26 veículos; destes, um motorista foi multado por não obedecer aos níveis estabelecidos pela Companhia, sete foram notificados e têm até dois meses para se adequarem e 18 foram aprovados. A operação teve apoio da Polícia Militar Rodoviária e da Urbes – Trânsito e Transportes e um mecânico da frota da Prefeitura.
 
A ação é educativa, mas também tem caráter punitivo. Além das multas aplicadas pela Cetesb, a Sema distribui folhetos com orientações e dicas aos condutores. O objetivo é conscientizar sobre a importância de manter os veículos a diesel regulados, a fim de minimizar a poluição do ar e contribuir para a saúde da população.
 
Medições
 
As medições de emissão de fumaça preta foram realizadas por meio da escala de Ringelmamn, que é feita visualmente, por meio de uma tabela com cinco graduações de cores, variando do cinza claro ao preto. Esse método oferece a vantagem de a fiscalização ser feita com o veículo em movimento.
 
Caso a fiscalização com a escala não seja precisa, o técnico encaminha os veículos para teste com opacímetro. O instrumento portátil é constituído por um banco óptico, sonda (cabo inserido no escapamento) e maleta com cabos para medição da quantidade de fumaça preta. O teste, que é feito com o veículo estacionado, dura em média dez minutos. Por meio deste instrumento, foram reprovados 03 veículos na ação desta semana.
 
Multas
 
Os motoristas com veículos irregulares terão que pagar multa. Essa autuação não entra na pontuação de infrações na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do motorista, porém, ele terá problemas para fazer o licenciamento do veículo, caso não regularize a situação, apresentando laudo técnico de manutenção emitido por oficina autorizada pela Cetesb.
 
No caso dos motoristas que tiveram seus veículos multados pela primeira vez, há possibilidade de reduzir o valor da multa em 70%. Para isso ele deverá comprovar, posteriormente, mediante apresentação de um relatório técnico, a realização da manutenção do veículo em uma das oficinas capacitadas pela Cetesb. Havendo reincidência, o valor dobra. As multas chegam aos motoristas via correio.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar