Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Saae instala macromedidores para controle e redução de perdas

Publicada em 27/11/2017 às 19:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Iniciativa integrante das ações de governo do prefeito José Crespo, o Programa de Controle e Redução de Perdas, implantado no início deste ano pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), está colocando em prática mais um planejamento, desta vez com a instalação de macromedidores nas unidades de tratamento e de distribuição da cidade.
 
Basicamente, os macromedidores são hidrômetros de proporções maiores, próprios para registrar grandes volumes de água. Com esses equipamentos, será possível medir volumes de água que entram e saem de uma Estação de Tratamento, de um Centro de Distribuição (reservatórios) ou de um bairro ou região, possibilitando determinar exatamente qual é a perda que está ocorrendo, facilitando assim o trabalho de detecção e correção do problema dentro do sistema.
 
Para essa primeira etapa da ação de instalação dos macromedidores, a autarquia está investindo R$ 1,3 milhão, com a aquisição de cinquenta equipamentos, depois de processo de licitação.
 
Nesta segunda-feira (27) o primeiro macromedidor foi instalado, no sistema de captação de água bruta da Estação de Tratamento de Água “Engenheiro Celso Eufrásio Monteiro” (ETA Éden), que receberá também um macromedidor no seu sistema de saída, para a distribuição de água nas ruas, possibilitando que seja determinado o exato volume de água que está se perdendo dentro do sistema, para em seguida serem aplicados os testes e ações visando eliminar ou minimizar essa diferença.
 
Próximas unidades
 
De acordo com o diretor-geral da autarquia, Ronald Pereira da Silva, as próximas unidades que receberão os macromedidores são a ETA Cerrado (19 aparelhos); os Centros de Distribuição Central Parque (5), Barão (6), Campolim (3), Maria Eugênia (5) e Jardim Planalto (2), incluindo as suas captações e entradas e sistemas de distribuição por gravidade e por bombeamento; além das represas de Itupararanga, Clemente e Ipaneminha.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar