Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Literatura afro-brasileira é tema de bate-papo

Publicada em 07/11/2017 às 19:18
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A escritora Esmeralda Ribeiro, uma das coordenadoras do projeto Quilombhoje Literatura, participa do bate-papo “Cadernos Negros – Escrita & Resistência” nesta quinta-feira (9), às 19 horas, com vagas limitadas, no Sesc Sorocaba, no Jardim Faculdade.  Na ocasião, a escritora falará sobre literatura afro-brasileira e a publicação “Cadernos Negros”, que completa 40 anos de existência, para difusão de conhecimentos e informações, bem como desenvolver e incentivar estudos, pesquisas e diagnósticos sobre literatura e cultura negra.
 
Esmeralda é jornalista e uma das coordenadoras do Quilombhoje Literatura. Defende que as escritoras devem invadir o espaço da produção literária afro-brasileira e tem participado, como palestrante, de conferências e seminários nos quais aborda a experiência da escrita feminina.
 
O QUILOBHOJE - O Quilombhoje Literatura é um grupo paulistano de escritores, fundado em 1980 com objetivo de discutir e aprofundar a experiência  afro-brasileira na Literatura. O grupo tem como proposta incentivar o hábito da leitura e promover a difusão de conhecimentos e informações, bem como desenvolver e incentivar estudos, pesquisas e diagnósticos sobre literatura e cultura negra.
 
Atualmente, o Quilombhoje, além de se responsabilizar pela antologia anual “Cadernos Negros”, tem uma atuação mais voltada para a área editorial e de promoção cultural e publicou um livro de ensaios chamado “Reflexões sobre a literatura afro-brasileira”, cuja primeira edição foi lançada no III Congresso de Cultura Negra das Américas. Posteriormente, o livro foi relançado. Para incentivar o debate de idéias, o grupo elaborou ainda, junto com o AMMA - Psique e Negritude, o livro “Gostando Mais de Nós Mesmos”, que aborda questões de relações raciais e auto-estima.
 
IORUBRÁ - Em novembro, o Sesc Sorocaba está apresentando o projeto “Iorubrá - Quilombo: Cultura, Território e Resistência”. O objetivo é contextualizar a diversidade como identidade, a pluralidade como raiz e a expressão híbrida das comunidades de negros e brancos como parte fundamental da cultura popular brasileira, por meio de espetáculos, bate-papos, shows e narração de histórias, entre outras atividades.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar