Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA Emoção marca sorteio do Altos do Ipanema

Publicada em 07/11/2017 às 18:42
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Em clima de expectativa e emoção entre os presentes, a Prefeitura de Sorocaba e a Caixa Econômica Federal fizeram na manhã desta terça-feira (7) sorteio eletrônico que definiu as unidades habitacionais que serão ocupadas pelos munícipes contemplados para o Residencial Altos do Ipanema, novo conjunto habitacional que vai comportar 2.160 famílias, assim que ocorrer a entrega das chaves, o que deverá acontecer no início do próximo ano.
 
Reunindo cerca de 60 futuros moradores convidados, a atividade ocorreu na unidade da Caixa Econômica Federal, localizada no início da Avenida Antônio Carlo Comitre, no Parque Campolim.
 
A cada nome sorteado, cujo contemplado estava presente, o clima era de euforia, com aplausos e lágrimas dos envolvidos. “Vivenciamos aqui um dia ímpar e um momento de satisfação, tanto por nossa parte, representantes da Prefeitura e do agente financiador, como pelos futuros moradores, que ganharão em qualidade de vida; pois muitos deles sairão de uma situação de comprometimento do salário com o aluguel e passarão a contar com uma moradia própria e um endereço”, destacou o secretário de Habitação e Regularização Fundiária, Fábio Gomes Camargo, ressaltando, ainda, que essa foi mais uma etapa vencida nesse processo de ocupação do novo conjunto habitacional.
 
Localizado na rRodovia Emerenciano Prestes de Barros Filho, junto ao Parque São Bento e o Residencial Carandá, na zona norte, o Altos do Ipanema é formado por 11 condomínios, cada um contando de 7 a 15 blocos de apartamentos, e cada bloco reunindo de 170 a 208 apartamentos, que contarão com a infraestrutura existente e a ser instalada, como unidade básica de saúde, escola, adequações no sistema viário e serviços de distribuição de água e de coleta e tratamento de esgoto.
 
Listagem no jornal do município
 
No sorteio desta terça-feira, definiu-se exatamente em quais unidades habitacionais do Residencial Altos do Ipanema cada um dos contemplados irá morar.
 
A listagem com os nomes dos sorteados, contendo ainda o número do condomínio, do bloco e do apartamento, será publicada na edição desta quarta-feira (8) do jornal Município de Sorocaba, órgão oficial de divulgação da Prefeitura de Sorocaba.
 
Dos 2.160 apartamentos disponíveis, 1.963 já têm os seus ocupantes definidos. Os restantes 197 estão em processo de análise de documentação e informações apresentadas pelos interessados, e oportunamente um novo sorteio será marcado.
 
Próximas etapas
 
Vencida a fase do sorteio e definição da ocupação dos apartamentos, a Caixa Econômica Federal estipulou as datas para as novas etapas: vistoria dos apartamentos pelos contemplados entre 10 e 24 de novembro; assinatura dos contratos na segunda quinzena de dezembro e trinta dias depois ocorrerá a entrega das chaves.
 
Integrante da faixa 1 do programa Minha Casa Minha Vida, do Ministério das Cidades, o Residencial Altos do Ipanema é formado por apartamentos com custo de produção de R$ 96 mil e valor de mercado estimado em R$ 160 mil. Os inscritos que foram contemplados obedeceram alguns critérios previamente estabelecidos, entre os quais mulheres que são chefes de família; deficientes físicos e moradores de áreas de risco. As prestações mensais a serem pagas variam de R$ 70 a R$ 260, de acordo com a situação socioeconômica de cada contemplado.
 
Fugindo do aluguel
 
Entre os diversos futuros moradores do novo residencial presentes ao sorteio, uma das mais emocionadas era Vânia Cristina Rodrigues, de 37 anos, e mãe de um filho. “Estou desempregada no momento e meu marido tem uma pequena aposentadoria. A preocupação de de todo mês é o pagamento do aluguel da minha casa no Parque Esmeralda e com a definição de um apartamento que será meu, terei condições de cuidar da minha família com mais dignidade”, disse a futura moradora do Altos do Ipanema.
 
Também emocionado estava o contemplado César Leonardo Ribeiro, de 36 anos, que é cadeirante e ganha a vida como ambulante, vendendo balas de coco nas ruas da cidade. “Hoje eu moro de favor na casa da minha irmã, no Alpes de Sorocaba, e a partir de agora posso dizer que tenho onde morar de verdade e possuo um endereço”, enfatizou.
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar