Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Bate-papo marca centenário do Inquérito sobre o Saci

Publicada em 25/10/2017 às 18:59
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
LITERATURA
 
A partir de convite feito pelo jornal "O Estado de São Paulo", o jornalista e escritor Monteiro Lobato incentivou as pessoas a encaminharem relatos sobre o mito do Saci-Pererê. O sucesso foi tanto que, um ano depois, o material foi compilado num livro: "Sacy Pererê - Resultado de um Inquérito".
 
Em 2006, o pesquisador, escritor e historiador sorocabano Carlos Carvalho Cavalheiro resolveu `reabrir´ o Inquérito e disponibilizou pela Internet as histórias, desenhos, poesias e outras criações enviadas de todos os cantos.  Neste ano em que o Inquérito de Lobato completa 100 anos, o historiador sorocabano resolveu publicar então, em forma de livro, todo o material disponibilizado na Internet. São dezenas de histórias e relatos que dimensionam o quanto o mito ainda sobrevive em nossos tempos. Além disso, o material é rico em informações e permite um estudo comparativo com as histórias recolhidas por Monteiro Lobato. Em outras palavras, adianta Cavalheiro, a "Reabertura do Inquérito sobre o Saci", título dado ao livro, permite comparar e perceber as transformações do mito Saci decorridos 100 anos.
 
Para o lançamento desse livro, o historiador fará uma tarde de bate-papo sobre o mito do Saci Pererê na Biblioteca Infantil Municipal, à rua da Penha, 673, no Centro, na próxima segunda-feira, dia 30, a partir das 14 horas. Cavalheiro lembra, aliás, que desde a infância o mito do Saci o atrai, especialmente porque na sua geração a imagem foi fixada pela série de TV "Sítio do Picapau Amarelo", alimentando a imaginação das crianças daqueles idos dos anos 1970 e 1980.
 
O LIVRO - Com 112 páginas, o livro “Reabertura do Inquérito sobre o Saci” traz relatos curiosos e de escritores consagrados, como Luiz Galdino, os pesquisadores Andriolli Costa, Alexandre Fávero, Chico Nogueira, Mathias Schelp e os sorocabanos Geraldo Bonadio, Élcio Mário Pinto, Sérgio Diniz da Costa, Jorge Facury, Adriana da Rocha Leite e Débora Brenga, entre outros. A imagem da capa é de autoria de Luis Magnani, que enviou a imagem para o Inquérito.
 
A edição é limitada, apenas 100 exemplares. Cada participante que enviou material para o Inquérito terá direito a um exemplar; o restante, cerca de 40 exemplares, poderá ser adquirido ao preço de R$ 20,00 a unidade no dia do lançamento.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar