Sábado, 21 de Outubro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< ENTRETENIMENTO Comédia brasileira aposta em nostalgia dos anos 90

Publicada em 04/10/2017 às 19:03
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
CINEMA
 
Mais um filme de comédia nacional entra em cartaz neste ano, mas aposta no diferencial de trazer uma forte nostalgia da década de 1990 para o espectador. A história gira em torno de uma "boy band" que fez sucesso há 20 anos e acabou desaparecendo devido a uma briga entre os integrantes; com a morte de um deles, os amigos reúnem-se e decidem voltar aos palcos.
 
O lado artístico da trama é o que mais chama atenção. A direção de arte de Joana Mureb destaca-se junto à do diretor Johnny Araújo, conhecido no ramos dos videoclipes musicais. O resultado é simples, mas agradável e divertido, permitindo que o fluxo de acontecimentos seja melhor.
 
“Chocante” tem nomes de peso do humor brasileiro, como Bruno Mazzeo, Lúcio Mauro Filho, Marcus Majella, Pedro Neschling e Bruno Garcia. O roteiro tem situações cômicas previsíveis, mas que funcionam no decorrer da narrativa; esta, porém, peca pela falta de subtramas, pois é tudo muito centrado no ressurgimento da banda, o que prejudica personagens que poderiam se desenvolver mais.
 
Um ponto extra é a participação do ator Tony Ramos, que consegue tirar risadas do público quando em cena.
 
DESEJO PELA VIDA – A conversa sobre os androides está de volta com a estreia de “Blade Runner 2049”, que, 35 anos depois do primeiro filme e de modo mais otimista, explica sobre a vida humana em um mundo sintético.
 
No longa, Niander Wallace (Jared Leto) assumiu a criação dos melhores androides para que ocupem trabalhos humanos em uma Terra já degradada. No entanto é o agente K (Ryan Gosling) quem garante a essência investigativa da trama, trazendo à tona questões metafísicas e induzindo à reflexão sobre o desejo do homem de viver.
Com a presença do famoso ator Harrison Ford, a estreia consegue atualizar a abordagem do tema de vida artificial, ainda com uma nova perspectiva e diversas influências da cultura moderna.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar