Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Salão Nacional de Fotografia em 2 locais

Publicada em 22/08/2017 às 19:27
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Cerca de 50 fotógrafos, de cinco estados brasileiros participam do Salão Nacional de Fotografia de Sorocaba, evento que ocorre em parceria entre a Secretaria de Cultura e Turismo da Prefeitura e o Grupo Imagem/Núcleo de Fotografia e Vídeo de Sorocaba, neste ano homenageando o fotógrafo Teófilo Negrão Duarte.
 
No total, foram selecionadas 137 imagens, de tema livre, que estão expostas à visitação pública gratuita uma parte no Chalé Francês, no Jardim Maylasky (defronte à antiga Estação Ferroviária) e outra na Biblioteca Municipal, no Parque da Boa Vista. “É uma ótima chance de conhecer outros lugares e olhares, pois há uma diversidade de imagens e técnicas e há participantes das mais diversas regiões do País”, destaca o secretário e também fotógrafo Werinton Kermes, lembrando que foram recebidas inscrições tanto de estados como São Paulo e Rio de Janeiro, como também de locais mais distantes, como Bahia, Ceará, Pernambuco e Amapá.
 
As imagens selecionadas trazem tanto cenas cotidianas, como um dia de chuva, festejos religiosos, alguém lendo jornal ou um pai com o filho, como paisagens e figuras abstratas. As fotos estão impressas em 30x45 centímetros e há imagens coloridas e também em P&B. Os interessados também podem ver as imagens selecionadas no site da Secretaria da Cultura: cultura.sorocaba.sp.gov.br, no link do Salão Nacional de Fotografia.
 
INTERCÂMBIO CULTURAL - Como lembra ainda o secretário Werinton Kermes, o Salão consta no calendário oficial da cidade e retomá-lo depois de um hiato de dois anos é uma forma de fazer valer a legislação, mas também de provocar fotógrafos amadores e profissionais a registrar o cotidiano por meio da arte. “A ideia é essa mesma, de ter um bom panorama da produção artística local, regional e nacional”, diz.
 
Para o presidente do Grupo Imagem, Edeson de Souza, é uma alegria ter a possibilidade desse intercâmbio com outros fotógrafos de diversas partes do País. “Estávamos realizando o Salão sem a parceria do Poder Público, o que dificultava as ações. Agora, fazendo valer a lei, o evento ganha outra dimensão”, pontuou.
 
Souza também reforçou o caráter de lembrança e reconhecimento do Salão, que já homenageou nomes como Rogick Vieira, Adolfo Frioli, Paulo Santos e outros fotógrafos sorocabanos. “A ideia é sempre homenagear alguém em vida e, este ano, trazemos o Teófilo, um dos mais importantes e antigos fotógrafos sorocabano em atuação”, acentua.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar