Domingo, 26 de Maio de 2019 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< ENTRETENIMENTO Sequência de Annabelle garante terror

Publicada em 14/08/2017 às 18:13
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
Os espectadores sedentos por sustos já podem comemorar; “Annabelle 2: A Criação do Mal” garante o clima de terror e suspense ideal para que a plateia surpreenda-se com a narrativa que conta a origem da famosa boneca amaldiçoada.
 
No longa, um artesão e sua esposa decidem abrigar uma freira e diversas meninas desalojadas, 20 anos depois de terem sofrido a perda traumática da filha. O roteiro é simples e sem muita originalidade; afinal, o público está familiarizado com manifestações malignas apoderando-se de objetos inanimados. O grande acerto é a ligação com “Invocação do Mal” (2013) e o Easter egg para “A Freira” (2018), justificando um universo expandido na franquia.
 
Sob atenta direção de David F. Sandberg, conhecido por “Quando as Luzes de Apagam” (2016), o filme prende a atenção pelo movimento das câmeras que induz à tensão; ângulos diferentes e planos-sequência diferenciam o trabalho do diretor.
 
O elenco conta com nomes desconhecidos, o que não prejudica o desenrolar da trama. O destaque vai para a atriz mirim Lulu Wilson, cuja interpretação inocente e firme funciona bem na interação com os elementos malignos e sobrenaturais. Porém, como em todo filme do gênero, o protagonista é o próprio medo.
 
“Annabelle 2” revela-se melhor que o filme anterior. Apesar dos bons mas desnecessários efeitos visuais e das cenas que beiram à comédia, o longa entrega os arrepios que os fãs do terror gostam de ver. Ao fim, a dica é ficar na sala: a cena pós-crédito mostra a nova protagonista da franquia.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar