Terça-Feira, 21 de Novembro de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< SOROCABA, 363 ANOS Sorocaba fortalece vínculo de avô e netos

Publicada em 14/08/2017 às 17:46
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Germano Schonfelder)
Quem vê o comerciante Francisco Pessini, 65 anos, em trajes sociais, transitando vigorosa e altivamente dentro de sua loja no número 823 da rua da Penha, pode surpreender-se ao vinculá-lo à imagem de Chico, zeloso avô que pode passar horas deliciando-se sobre os momentos com sua família.
 
As fotos no celular não deixam dúvida do quanto Chico gosta dos netos. Na tela, os sorrisos misturam-se aos mais diversos ambientes de Sorocaba; praças são cenários ideais para andar de bicicleta, a terra de parques vira material para construir ilhas e o zoológico torna-se uma aula de conhecimento misturado a momentos de lazer.
 
“Hoje, como avô, posso curtir meus netos mais do que curti meus filhos”, admite Chico, transbordando alegria. O comerciante explica que, quando os filhos eram pequenos, dispunha de menos tempo que hoje; mas outros motivos colaboram para ele aproveitar mais a fase de ‘superavô’. “A cabeça muda. O tempo vai nos ensinando a nos adequarmos e a gente aprende a lidar com as crianças”, justifica.
 
Chico agora vive a infância dos netos junto com eles. “Me imagino criança novamente”, admite. Ele gosta muito de sair com os netos para os apresentar à cidade na qual ele mesmo cresceu. “As crianças têm de ter uma noção porque Sorocaba cresceu muito e é fantástica.”
 
ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO – Chico começou a trabalhar aos 13 anos. Já teve uma pequena loja na rua Cesário Mota e depois passou para alguns números abaixo, já na rua da Penha. Hoje, em um estabelecimento maior e mais de 50 anos após o início das atividades, o comerciante relata, abismado, as mudanças pelas quais viu a cidade passar.
 
“Comecei quando as ruas XV de Novembro e São Bento eram duas mãos, na Braguinha passava carro e, na Benedito Pires, subia”, conta, imerso em lembranças e com um sorriso largo. “Sorocaba mudou muito nesse tempo.”
 
Chico vê a cidade como uma das maiores do Estado, conseguindo conciliar a imagem de tradicional a de ‘point’ da região. “Renato (Amary) foi um excelente prefeito para uma revitalização”, opina. “Isso é muito bom porque a gente tem mais orgulho. Aonde você vai, fala da sua cidade com satisfação e prazer.”
 
O comércio adapta-se à evolução de Sorocaba constantemente, segundo o proprietário da “Big Chico Prime”, que nunca parou de almejar mais alto e, hoje, consolida-se na região. “Tem que acompanhar a cidade e crescer junto, senão você morre”, explica.
 
Ao longo dos anos, Chico acumula carinho pela população que o acolhe e escolhe. “Tenho clientes que, quando eu era funcionário, vendi ternos para eles casarem; agora, na minha loja, vendi terno para os filhos deles casarem”, relata, sem conter um sorriso.
 
“A vida é um sonho e nós temos de acreditar e seguir em frente”, afirma o comerciante. “Sorocaba me deu tudo o que eu tenho, então só tenho a agradecer e procurar fazer o melhor para levar o nome da cidade, porque vendo para a região inteira e outros Estados como Rondônia, Goiás e Curitiba.”
 
Nascido e criado no município, Chico garante não cogitar sair. “Eu nem me imagino fora de Sorocaba”, diz. “Às vezes, saio para passear, mas a saudade é forte e o povo daqui é tão acolhedor que a gente se identifica, não tem como. É uma coisa especial.”
 
Leia todas as matérias do aniversário de Sorocaba:
 
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar