Domingo, 20 de Agosto de 2017 ASSINE O DIÁRIO 15.3224.4123

Diário de Sorocaba

buscar

<< CULTURA Concerto da Opus Orquestra de Cordas homenageia Sorocaba

Publicada em 10/08/2017 às 23:01
Compartilhe: IMPRIMIR INDICAR COMENTAR

(Foto: Divulgação)
A II Mostra de Música de Câmara de Sorocaba realiza um concerto especial em homenagem ao 363º aniversário de fundação da cidade com a apresentação da Opus Orquestra de Cordas no Teatro Municipal, no Parque da Boa Vista, neste sábado (12), às 20 horas. A entrada é gratuita (os ingressos devem ser retirados com 1 hora de antecedência), dentro de projeto contemplado pelo Edital Proac/2016. Será o vigésimo-sétimo concerto da Mostra, dentro de uma série de 47, previstos até outubro, valorizando e incentivando os músicos e grupos da cidade e da região.
 
A Opusé uma orquestra formada por músicos de Sorocaba, capaz de desenvolver um repertório eclético, principalmente da música latino-americana, além de também poder levar concertos (didáticos ou não) a locais que não possuem a estrutura para receber um grupo orquestral, como escolas e centros comunitários, entre outros onde seja possível promover a descentralização do acesso à música e ofertar o bem-estar coletivo através das apresentações. Também tem o objetivo de ser um grupo de cordas ativo na cidade, como um laboratório com diversas finalidades, como receber solistas convidados e executar peças de compositores e arranjadores de Sorocaba e região.
 
Para este concerto de amanhã no Municipal, a Opus Orquestra de Cordas receberá o pianista Daniel Guimarães, solando “Noturno”, de Willy Ostijn. O regente da Opus é Milton Ferreira Júnior, que estudou Regência Orquestral na instituição JahnSorhein, em São Paulo, e fazem parte da Orquestra os violinistas Rodrigo de Morais Silva, Rodrigo de Morais Silva, Carime Carrera Pinhatti, Cleiton Alberto Ferreira de Souza, Wellington Fernando de Oliveira, Paulo Daniel Silva Cardoso e Alex do Nascimento Vasconcelos; os violistasLeonardo dos Santos e Samuel Felipe Campos de Salles; os violoncelistasHewerton de Mattos e Alan Kelver da Silva; o contrabaixistaVitor Pantano de Paula e percursionistaFelipe Tenório de Pontes.
 
No repertório, obras de Astor Piazzolla, Guerra-Peixe, Willy Ostijn, Chiquinha Gonzaga, Francisco Mignone e Chico Buarque, além dos compositores sorocabanos Nilson Lombardi e Maurício Garcia Vieira.
Não há comentários nessa notícia.Seja o primeiro a comentar